Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

10 dicas para decorar um imóvel alugado com estilo sem gastar muito

(Foto: Sidney Doll – Apê Jardins, por Ana Yoshida)

Redação Galeria da Arquitetura

Quando aquele piso de taco ou o azulejo do banheiro já não são mais os “xodós” da sua casa, foi dado sinal verde para uma reforma. Quem tem moradia própria, fica fácil quebrar uma parede aqui, pintar outra ali...e pronto: tudo parece renovado. Mas para quem habita em imóveis alugados, muitas vezes encontra restrições para deixar o lar com a própria personalidade.

Por isso, a saída é investir na decoração com elementos práticos e removíveis que não danificam a estrutura do local e ainda podem ser reaproveitados em uma futura mudança.

De acordo com a arquiteta Ana Yoshida, titular do escritório de mesmo nome, a maioria das pessoas enfrenta cláusulas contratuais bastante inflexíveis, que podem ser ainda mais complicadas de negociar quando o contrato de locação passa pelo intermédio de uma imobiliária.

Se por um lado o proprietário tem o cuidado de preservar o imóvel, do outro existem os desejos de quem definitivamente vai usufruir o espaço. Para agradar a todos, Yoshida deu 10 dicas para decorar um imóvel alugado com estilo sem gastar muito.

1. Adesivos decorativos e papéis de parede

Eles são bonitos, versáteis e fáceis de instalar. Os adesivos podem enfeitar paredes, armários, portas, janelas etc. Depois de cortá-los na medida certa, basta aplicá-los sob uma superfície lisa e limpa, deslizando uma régua para que o material fique sem bolhas. Com essa mesma técnica são instalados os papéis de parede.

Segundo a arquiteta, “o mercado oferece muitos adesivos que imitam azulejos. Além disso, tanto esse material, quanto os papéis de parede estampam desenhos dos mais diferentes formatos, cores, tamanhos e frases que transmitem a personalidade dos moradores”.

(Foto: Maíra Acayaba – Apartamento Max Haus Panamby, por Stuchi & Leite projetos)

2. Iluminação

A função principal da luz é óbvia: clarear o ambiente. Mas ela também é capaz de criar diferentes cenários e sensações. Em vez de acrescentar novos pontos, modificando a fiação elétrica do imóvel (o que muitas vezes pode não ser autorizado pelo proprietário), vale utilizar objetos soltos, como luminárias, lustres e abajures. “A iluminação pode ser de embutir, com spots ou trilhos. É um recurso poderoso e prático”, complementa a profissional.

(Foto: Beto Riginik)

3. Mobiliário

O mesmo conceito da iluminação também se aplica ao mobiliário. A dica é apostar em móveis “soltos” ao invés dos planejados. “Assim, é possível transportá-los na mudança e adaptá-los facilmente ao novo lar”, afirma Ana Yoshida.

Um mobiliário versátil é outro trunfo. No Apartamento Urussuí, por exemplo, a equipe do Grupo Garoa Arquitetos Associados usou o aparador de concreto como apoio para televisão e assento para a sala de estar. No mesmo sentido, os “caixotes” em compensado naval funcionam como mesa de centro e guarda-volumes.

(Fotos: Rafaela Netto –  Apartamento Urussuí, por Grupo Garoa Arquitetos Associados)

Yoshida ainda adverte que é comum encontrar armários embutidos em imóveis alugados. Por questões de economia ou falta de autorização para retirá-los, a melhor opção é customizá-los, usando adesivos ou tecidos.

4. Piso vinílico

Já que trocar o piso de imóveis alugados nem sempre é possível, a opção pelo piso vinílico costuma ser bem-vinda. Rápido de instalar, pode ser colado ou encaixado sobre o piso antigo. Se houver a necessidade de remover o material na hora de entregar as chaves do imóvel, basta descolá-lo ou soltá-lo.

(Foto: Joana França – Apartamento Trama, por Semerene Arquitetura)

5. Tapetes

Disponíveis em vários estilos, preços e tamanhos, os tapetes são certeiros para trazer novos ares ao ambiente. Além disso, é uma solução mais barata para esconder o piso existente em comparação à troca do revestimento.

(Foto: Evelyn Müller)

6. Quadros

Você quer utilizar quadros, mas está preocupado com os furos na parede do imóvel alugado? Opte por modelos mais leves e utilize uma fita dupla-face. Outra alternativa é apoiá-los em prateleiras ou em estantes, como a arquiteta fez no Apartamento Vila Leopoldina.

(Foto: Célia Mari Weiss – Apartamento Vila Leopoldina, por Ana Yoshida)

7. Nichos e prateleiras

Os nichos e as prateleiras se mostram como uma opção rápida para organizar a casa em qualquer cantinho, seja banheiro, quarto, sala ou cozinha. Além de dar uma nova cara para aquele cômodo sem graça, eles são fáceis de instalar e têm preços bem atrativos.

(Foto: Marcos Bravo – Apartamento BC, por pkb arquitetura)

8. Flores e plantas

“Elas têm o poder de renovar as energias e o astral de qualquer morada”, enfatiza a profissional. Arranjos divertidos e recipientes diferentes, como xícaras, copos, garrafas e vasos, dão um clima agradável aos ambientes.

(Foto: Ricardo Bassetti – Apartamento Ásia, por Mestisso Arquitetura & Interiores) 

9. Divisórias

Se a ideia for separar os espaços para criar novos ambientes, na falta de uma parede é possível investir em divisórias, como biombos e cortinas. Ou também utilizar móveis grandes, como um guarda-roupas, que é capaz de dividir quarto e sala. Foi o que fez o MARCOZERO Estudio no projeto de interiores do Apartamento Joaquim Guarani, com a fabricação de dois armários com rodinhas. A cada nova posição, cria-se um novo layout no imóvel.

(Foto: Pedro Napolitano Prata – Apartamento Joaquim Guarani, por MARCOZERO Estudio)

10. Maçanetas

Parece pouco, mas como aponta Yoshida, trocar as maçanetas por modelos com design moderno ou até mesmo por aqueles que apresentam uma “pegada” mais retrô fará total diferença no imóvel.

Leia mais:

Papel de parede: a maneira rápida de mudar a decoração

Lista com 10 modelos de nichos para inspirar sua decoração

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo