Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

5 obras marcantes do arquiteto Ramos de Azevedo


Theatro Municipal de São Paulo, por Ramos de Azevedo — Crédito: Filipe Frazao / Shutterstock


Redação Galeria da Arquitetura

O arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo (1851 – 1928), popularmente Ramos de Azevedo, é famoso pelas características próprias que transpassava às suas obras. Conhecido por ter remodelado São Paulo, tem projetos que se transformaram em ícones da capital paulista.

Natural de Campinas, o profissional foi convidado no final do século XIX para projetar residências de alguns membros da elite paulistana. Desde então, optou por residir na terra da garoa e abrir um escritório técnico, que levou seu nome. Com o tempo se transformou em um influenciador da arquitetura local.

Confira algumas obras do arquiteto Ramos de Azevedo espalhadas por São Paulo:

Casa das Rosas

A residência de Ernesto Dias de Castro, projetada em 1930, é a tão famosa Casa das Rosas, um marco arquitetônico dos casarões da Avenida Paulista. Um fato curioso é que os herdeiros de Ramos de Azevedo viveram no local até 1980. Somente depois de 1987, com o tombamento do espaço, que o imóvel se tornou o Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura.



Crédito: Marina Yamaguti Ferez/Shutterstock.com

Theatro Municipal de São Paulo 

Um dos cartões postais da cidade, o Theatro Municipal de São Paulo, foi inaugurado em 1911. Desde então se tornou um dos mais importantes teatros do Brasil. Em 1981 foi considerado Patrimônio Histórico do estado pelo Condephaat.


Crédito: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Edifício Ramos de Azevedo

O Edifício Ramos de Azevedo está na Praça Coronel Fernando Prestes e foi construído pelo arquiteto no intuito de abrigar a Escola Politécnica. O prédio foi originalmente projetado em 1907, mas somente em 1920 foi inaugurado. Atualmente o projeto faz parte do conjunto de edificações que sediam o Arquivo Histórico de São Paulo, no bairro do Bom Retiro.


Crédito: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA)

Construído em 1892, o Batalhão Tobias de Aguiar foi ocupado no dia 1 de dezembro 1891 por tropas da polícia. Desde então ficou conhecido como o terceiro Quartel construído no Corpo Policial Permanente. Sua inspiração veio da arquitetura militar francesa, estilo surgido na Europa na primeira metade do século XIX com o nome de “Estilo Pós-Napoleônico”.


Crédito: Alf Ribeiro/Shutterstock.com

Pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo foi projetada no final do século XIX por Ramos, mas em 1998 passou por uma ampla reforma assinada pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha. O prédio preserva a linguagem neoclássica da construção. Reúne um vasto acervo de artes visuais, com destaque para a produção brasileira do século XIX até os dias de hoje. O edifício pertence à Secretaria de Estado da Cultura.


Crédito: Nelson Kon
Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo