Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

À beira de um vulcão

A altura de 12 mil metros na borda de um vulcão ativo é um dos lugares mais visitados e diferentes na comunidade de Shalala, em Quilotoa, no Equador. Isso porque, ele oferece uma das vistas mais incríveis do mundo.

 A localização privilegiada do Mirante do Lago serve como ponto de observação para uma cratera vulcânica (ativa!), além do belíssimo lago azul-turquesa, que leva o nome da cidade. 


Os arquitetos Javier Mera, Jorge Andrade e Daniel Moreno projetaram o mirante sob encomenda do Ministério de Turismo do Equador. O grande desafio foi implantá-lo em um local que chama a atenção por todo o seu entorno. Então a solução foi usar a natureza a seu favor.


Os arquitetos optaram por uma estrutura que dialogasse com a paisagem, reduzindo o impacto visual por meio dos materiais locais. As peças são modulares e desmontáveis e podem ser removidas facilmente.

 É possível ver a cratera do vulcão por uma plataforma em balanço que oferece aos visitantes uma bela vista. Além disso, a superfície interior com arquibancadas transmite a sensação de segurança e conforto para as pessoas, pois com os guarda-corpos altos é possível apreciar a paisagem sem se arriscar a metros de altura.

 

Assim, até quem tem medo de altura gostaria de se aventurar nesse mirante à beira de um vulcão ativo e seu belo lago azul

 









Crédito/fonte da foto: Arquitetura Sustentável e Proyectos Daniel Moreno Flores 
Fonte do post: Arquitetura Sustentável 

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo