Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Abrigos temporários recebem refugiados venezuelanos em Boa Vista (RR)

Foram instaladas 120 unidades habitacionais com capacidade para 600 pessoas (crédito: ACNUR/Reynesson Damasceno)

Texto: Pedro Miranda

06/08/2018 | 12:00 – O Governo Federal e a Organização das Nações Unidas (ONU) inauguraram o abrigo temporário Rondon 1, em Boa Vista (RR). O local tem capacidade para abrigar até 600 venezuelanos que estavam vivendo nas ruas da capital.

O abrigo é formado por 120 unidades habitacionais para até seis pessoas. Os novos habitantes serão selecionados pelas equipes da Agência da ONU para Refugiados (Acnur) e das Forças Armadas, que priorizarão os cidadãos mais vulneráveis, como mulheres grávidas, idosos e pessoas com alguma deficiência.

É a primeira vez que as unidades habitacionais Better Shelter – comumente utilizadas pela Acnur em operações humanitárias – são instaladas na América Latina. Cada unidade tem quatro janelas, uma divisória e é abastecida com energia solar renovável.

O abrigo foi montado por militares da Operação Acolhida, funcionários da Associação Voluntários para o Serviço Internacional – Brasil (AVSI Brasil) e voluntários da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Humanos (ADRA), que receberam treinamento específico para a montagem das estruturas, que leva cerca de quatro horas. 

O Rondon 1 é o 10° abrigo para venezuelanos instalado em Roraima. Aproximadamente, 4,6 mil pessoas já foram ajudadas no Estado. 

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo