Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal vencem Prêmio Pritzker 2021

A dupla foi reconhecida pelo trabalho que responde às emergências climáticas e ecológicas do nosso tempo, bem como às urgências sociais, em particular no âmbito da habitação urbana (Foto: Joël Saget/AFP)

Texto: Vinícius Veloso

17/03/2021 | 12:00 — Reconhecidos pelos projetos de habitações sustentáveis, Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal são os grandes vencedores do Prêmio Pritzker em 2021. A dupla francesa, que fundou o escritório Lacaton & Vassal, dedica-se há três décadas ao “enriquecimento da vida humana”, apoiando a evolução das cidades e beneficiando os indivíduos. Eles defendem, por exemplo, que as construções não devem ser demolidas. “Essa é a solução mais fácil, mas também é um desperdício de energia, materiais e história e um ato de violência. A transformação é fazer mais e melhor com o que existe”, destaca o casal.

Lacaton e Vassal são o 49º e 50º laureados pelo prêmio, sendo que Lacaton também fez história ao se tornar a primeira mulher francesa a conquistar a honraria máxima da arquitetura mundial. Os vencedores foram revelados na última terça-feira (16), por Tom Pritzker, presidente da Fundação Hyatt. De acordo com Alejandro Aravena, presidente do júri da premiação, a dupla é radical em sua delicadeza e ousada na sutileza, equilibrando uma abordagem respeitosa e direta ao ambiente construído.

“Este ano, mais do que nunca, sentimos que fazemos parte da humanidade como um todo. Seja por questões de saúde, políticas ou sociais, é preciso construir um senso de coletividade. Como em qualquer sistema interconectado, ser justo com o meio ambiente, ser justo com a humanidade é ser justo com as próximas gerações”, destaca Aravena.

Trajetória

Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal se conheceram no final da década de 1970, na École Nationale Supérieure d'Architecture et de Paysage de Bordeaux. Depois de formada, Lacaton se mudou para o Níger, onde Vassal já trabalhava. O primeiro projeto que desenvolveram em conjunto foi uma cabana de palha construída com galhos de arbustos locais. Esse período no continente africano foi importante para que fortalecessem a conduta arquitetônica, muito influenciada pelo cuidado com os recursos escassos das paisagens desérticas.

Alguns anos mais tarde, em 1987, fundaram em Paris o escritório Lacaton & Vassal. Desde então são mais de 30 projetos distribuídos pela Europa e África Ocidental. O portifólio tem desde projetos urbanos e habitações sociais até espaços públicos e instituições culturais.

Um dos trabalhos recentes foi a ampliação em 20 mil m2 do edifício déco Palais de Tokyo, em Paris. Um imenso espaço subterrâneo foi criado na edificação com a derrubada de paredes e divisórias. Atualmente, o empreendimento é um cenário inovador que recebe diferentes eventos, que vão desde exposições de arte contemporânea até desfiles de moda.

Loading

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo