Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Após dois anos no mercado, maior mansão do mundo vai a leilão

Maior mansão do mundo

A mansão possui 21 quartos, 42 banheiros, 5 cinemas, piscina, pista de boliche, spa e boate (Foto: Douglas Friedman/Architecture Digest/Reprodução)

Texto: Naíza Ximenes

07/01/2022 | 15:22 — Com título de maior mansão do mundo, a propriedade The One irá a leilão nesta sexta-feira (7). A casa foi construída na região de Bel Air, Los Angeles (EUA), e ocupa um terreno de 20 mil metros quadrados no topo de uma colina. Depois de dois anos no mercado, ela irá a leilão por 60% do seu valor — ou seja, a casa, avaliada em 500 milhões de dólares, terá lance inicial de 295 milhões de dólares (cerca de R$ 1,7 bilhão). As ofertas acontecerão por meio de venda online, entre os dias 7 e 10 de fevereiro, no site de leilões Concierge Auctions.

Com 21 quartos, 42 banheiros, 5 piscinas, um cinema com 30 lugares e uma pista de boliche, a mansão chamou atenção pelas obras ao longo de 9.200 metros apenas de construções. O proprietário é o produtor de cinema Nile Niami, que levou 10 anos para desenvolver e concluir todo o projeto da The One — e que se dedicou à rotina de construção e venda de mansões pelos Estados Unidos. 

Nunca habitada, a casa também conta com uma galeria de automóveis que pode acomodar até 30 carros, spa, boate, sky deck de 930 metros quadrados, pista de corrida privada e cerca de 10 mil garrafas de vinho no porão do imóvel. Somente o quarto principal ocupa 510 metros quadrados.

A mansão é marcada por uma estética modernista, simplificada e extravagante, de acordo com a designer de interiores que a projetou, Kathryn Rotondi, junto ao arquiteto Paul McClean. Ele é, inclusive, o responsável por idealizar as casas de Beyoncé, Avicii e Calvin Klein. Nesse design em específico foram utilizadas cores neutras e linhas simples que forneceram uma base para detalhes luxuosos: desde uma instalação de borboleta do artista Stephen Wilson até uma escultura da artista veneziana especialista em vidros, Simone Cenedese. A The One ainda é marcada por imensas paredes e janelas de vidro, que destacam a natureza externa e a integram ao design.

Há quem diga que um dos possíveis empecilhos para a venda da casa tenha sido a extrema personalização no design do imóvel, a exemplo da sala de charutos e do bar de tequila. Hoje, a propriedade é uma oportunidade única para os amantes de mega mansões, já que, de acordo com os decretos municipais atuais de Los Angeles, a construção de imóveis neste tamanho não é mais permitida. “Este projeto foi uma jornada longa e educacional para todos nós”, observa McClean.

Loading

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo