Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Área nas margens do Rhône dá lugar a espaço de lazer com ciclovias e parques


Com o objetivo de promover uma espécie de renascimento urbano e social, Lyon, na França, apostou na diminuição do destaque dado aos automóveis como maneira de regenerar os espaços públicos. A ideia deu certo e, hoje, o trecho de 5 km ao longo da margem esquerda do rio Rhône projetado pelos escritórios In Situ Architectes Paysagistes e Jourda Architectes encontra-se enraizado na vida da população da região metropolitana da cidade.


As novas áreas de estar, circulação e lazer proporcionam maior contato entre o rio e os cidadãos, além de incentivar o uso de meios de transporte mais sustentáveis, como bicicleta ou caminhada. Para execução de tal projeto foram removidas extensas áreas de estacionamento a céu aberto que comportavam, aproximadamente, 1.600 carros e abrangiam parte da margem do rio.


A área central é mais urbana, abrigando cafés, restaurantes e casa noturnas, enquanto as duas extremidades possuem características mais naturais, com áreas pantanosas e ilhotas de sedimentação aluvial marcadas por forte presença de fauna e flora ribeirinhas. A criação do parque serviu de exemplo para várias outras cidades francesas e projetos semelhantes estão sendo elaborados em Paris, Bordeaux, Toulouse e Nantes.


Fonte do post:  In-Situ e Landezine
Crédito/fonte da foto: In-Situ


Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo