Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Belo Horizonte receberá jardins de chuva para combater alagamentos

Jardim de Chuva, Belo Horizonte

Os jardins de chuva contribuem para a drenagem urbana (Foto: Divulgação/Prefeitura de Belo Horizonte)

Texto: Vinícius Veloso

21/07/2021 | 14:20 — A prefeitura de Belo Horizonte, em conjunto com a rede global Governos Locais pela Sustentabilidade (ICLEI) e apoio financeiro do governo alemão, testará uma alternativa ecológica para combater os alagamentos. Trata-se dos jardins de chuva, estruturas que contribuem para o escoamento dos volumes pluviais por meio da filtragem realizada pela vegetação e posterior infiltração dessa água no solo. O projeto-piloto será executado na capital mineira e em Contagem, município da região metropolitana. Caso tragam resultados positivos, a expectativa é instalá-los em canteiros centrais, praças, rotatórias e passeios.

A iniciativa é um dos projetos demonstrativos no âmbito do INTERACT-Bio, programa que visa melhorar a gestão e a utilização dos recursos nacionais em cidades que crescem rápido e nas regiões que as cercam. Além das vantagens para a drenagem urbana, os jardins de chuva colaboram para a recarga dos lençóis freáticos, aumentam a biodiversidade e melhoram o microclima local e a qualidade do ar. As estruturas serão executadas com materiais reaproveitados da construção civil e terão espécies nativas de plantas da região.

Belo Horizonte e Contagem

Na capital, o jardim de chuva será executado no Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado, localizado na região norte da cidade. O local foi escolhido por permitir o controle da experiência. “Uma vez alcançados os resultados positivos, poderemos trabalhar o projeto em escala maior, dimensionando custos, mão de obra e a localização ideal. Então, o incluiremos no planejamento da cidade para que façam parte das soluções de drenagem”, comenta Sérgio Augusto Domingues, presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica.

Já em Contagem, estará na praça Tancredo Neves, em frente à prefeitura, no bairro Camilo Alves. “Além do problema relacionado à drenagem, que causa alagamentos em diferentes pontos da praça, lá é um local onde a população realiza atividades de lazer, recreação e cultura”, diz Maria Thereza Mesquita, secretária de Meio Ambiente de Contagem.

Loading

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo