Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

CAU/SP critica ensino de arquitetura e urbanismo à distância

Segundo o CAU/SP, a graduação à distância pode aumentar a deficiência do sistema de ensino nacional (foto: GaudiLab/shutterstock)

Texto: Lucas Barbosa

06/06/2018 | 16:25 – O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU/SP) publicou um texto com críticas ao ensino de arquitetura e urbanismo à distância. Segundo dados da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), o número de cursos de educação à distância (EAD) oferecidos no Brasil subiu de 18 para 2.070 entre 2007 e 2017. A instituição alega que essa modalidade de graduação pode potencializar o já deficiente sistema de ensino nacional.

Para o CAU/SP, os cursos de EAD cadastrados no MEC não estão de acordo com a legislação, já que não há relação entre professor e aluno, além de experimentações laboratoriais. O presidente do Conselho, José Roberto Geraldine Junior, defende que a interação professor/aluno é primordial para a aprendizagem.

Os alunos de cursos presenciais de arquitetura e urbanismo precisam ser submetidos à inserção pedagógica, ao núcleo de conteúdos profissionais, a produções em ateliês, à experimentação em laboratórios e a visitas a canteiros de obras, conforme estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais. Geraldine afirma que esses parâmetros não deveriam ser ignorados pelos cursos não presenciais.

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo