Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Confira 6 projetos de adegas em apartamentos; o match perfeito

Foto: Ataphotograph

Texto: Nathalia Lopes

Nós já demos aqui dicas de arquitetura para construir adega em casas. E agora chegou a vez dos apartamentos. Por isso, separamos 5 projetos que mostram na prática como essa instalação foi viabilizada. E mais: conversamos com os arquitetos responsáveis para saber quais são os materiais e os elementos mais indicados para complementar uma adega.

Uma coisa é certa: nenhum apartamento é pequeno demais que não possa abrigar esse cantinho dedicado aos momentos de sossego.

1. Apartamento V&R 

Foto: Sidney Doll

No Apartamento V&R a adega dá as boas-vindas. “Antes, o hall de entrada era apenas um corredor de acesso à cozinha, mas decidimos aproveitar o espaço para criar uma adega que recebesse bem a todos que entrassem no apartamento”, comenta Renata Hoffmann, titular do Tetriz Arquitetura, escritório responsável pelo projeto.

A arquiteta tirou proveito do painel inteiriço de madeira escura que cobre toda a parede para dar vida a um buffet de apoio, encaixando nele duas adegas climatizadas. “Essa etapa foi um grande desafio, pois havia também uma cristaleira feita com painel de MDF que deveria esconder a porta para a cozinha. No final conseguimos fazer a junção dos três elementos e criar uma adega leve e funcional’’.

Sobre os cuidados especiais para esse tipo de projeto, Hoffmann comenta que a temperatura da adega deve estar entre 8 e 12 graus. No caso de modelos não climatizados, é necessário posicioná-los em locais sem muita luz natural ou incidência de calor.

Foto: Sidney Doll

2. Apartamento Adega – CR2 Arquitetura 

Foto: Alessandro Guimarães

Não é à toa que o Apartamento Adega tem esse nome. “O norte do projeto de reforma foi a construção de um espaço para abrigar os vinhos”, explica a arquiteta Clara Reynaldo, do CR2 Arquitetura. Ela conta que os moradores pediram para a adega ficar no coração da morada. Para isso, foram necessárias algumas intervenções estruturais. “Foram demolidas todas as paredes da sala e cozinha e ficamos apenas com a caixa do elevador e hall social no centro do espaço”.

Assim, foi possível criar uma grande caixa de vidro em volta do elevador, que abriga a adega e outros armários da cozinha. Por dentro ela é de madeira, enquanto por fora recebe acabamento de MDF cinza.

Foto: Alessandro Guimarães

3. Apartamento Moderno e Urbano 

Foto: Ataphotograph

A adega do Apartamento Moderno e Urbano, assinado pelo Spaço Interior, é um pequeno oásis dentro do imóvel. O lounge onde a instalação fica é complementado por um frigobar e um pequeno jardim vertical. “Por se tratar de um apartamento ‘pronto’, optamos pela utilização do jardim para dar contraste com a paleta cinza e preta que temos no living”, conta a arquiteta Ana Rozenblit.

A peça foi desenhada em um painel de laca com espelho aplicado e possui espetos para dar apoio às garrafas de vinho. O formato e a dimensão reduzida foram pensados para a adega interagir com o restante do ambiente e ser reaproveitada em outro apê, caso o morador mude de residência. 

Foto: Ataphotograph

4. Apartamento Ibirapuera I

Foto: Pedro Kok

No Apartamento Ibirapuera I, a adega divide a sala de jantar e a copa. Para o arquiteto Flávio Castro, do FCstudio, o maior desafio foi conciliar funcionalidade (fácil acesso), ligação afetiva (apreciação das garrafas) e estética.

Sobre a questão estrutural, o profissional nos deu uma aula. “Existe uma separação interna bastante personalizada a partir da preferência do cliente. Em cima da adega – por dentro do forro – está o maquinário que mantém a temperatura ideal”, explica.

As tubulações conectam esse maquinário à condensadora (que fica na área de serviço) para eliminar o ar quente de dentro da adega (similar ao funcionamento de uma máquina de ar-condicionado).

“Além disso, um dreno elimina a água proveniente do maquinário, no sistema de esgoto do edifício. Enfim, todo o sistema técnico foi dimensionado para atender à volumetria de ar projetada e manter a temperatura ideal dos vinhos”, complementa Castro.

Foto: Pedro Kok

5. Apartamento Bela Cintra

Foto: Mateus Sonnen

Construída em formato de estante, a adega foi projetada para complementar a circulação do Apartamento Bela Cintra, que é um triplex. A solução inusitada faz com que os vinhos sejam alcançados pelo elevador que conecta os andares.

“Primeiro resolvemos a ancoragem e o funcionamento do elevador. Em seguida, decidimos usar a estante como uma das paredes de proteção. Pelo lado da plataforma, temos acesso aos vinhos”, comenta Luiz Paulo Andrade, titular do escritório de mesmo nome, responsável pelo projeto.

“Construímos a estante em madeira maciça ebanizada (preta) e demos o máximo de transparência à parte voltada para o living. O mármore travertino completa o conjunto de revestimentos”, conclui o arquiteto.


Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo