Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Edifício a 50 metros do solo é feito para o fim do mundo

Melhor prevenir do que remediar. Este é o lema dos que compraram um apartamento no Survival Condo – edifício desenvolvido por Larry Hall, com o objetivo de manter as pessoas a salvo de possíveis catástrofes mundiais.


Localizado na cidade de Concórdia, no estado norte-americano do Kansas, o complexo foi lançado em dezembro de 2012 e todas as unidades já foram vendidas por nada menos que US$ 3 milhões.


Com 50 metros de profundidade, 15 metros de largura e 9 metros de espessura, a estrutura do condomínio é composta por um desativado silo para mísseis nucleares, capaz de suportar epidemias de saúde, ataques terroristas e desastres naturais.

Os apartamentos possuem 170 m² de área útil e foram projetados para acomodar confortavelmente cerca de 70 pessoas pelo período de cinco anos. Isso é possível, pois o Survival Condo oferece as mais variadas formas de comodidade, distração e autossuficiência.


As áreas comuns disponibilizam spa, biblioteca, lojas de conveniência, teatro, salas de aula, academia, cinema, parede de escalada e dependências médicas, enquanto as propriedades individuais, todas mobiliadas, contam com espaços generosos e equipamentos tecnológicos, como a TV de tela plana que exibe cenários naturais e urbanos, imitando uma janela.

 

Além da estocagem de comida desidratada e congelada, há uma horta hidropônica que permitirá o cultivo de frutas e vegetais.

 

O fornecimento de ar é garantido pelo sistema de filtração, e a energia é apanhada pela rede elétrica local, através de uma turbina eólica e um gerador a diesel, enquanto a água é reservada em um tanque e posteriormente tratada por fontes.


Quanto à segurança, trata-se de instalações com perfil militar. Inclui câmeras internas e externas, sensores, portaria armada, microfones, detectores e portas blindadas que resistem a consideráveis explosões. Em caso de emergência, o condomínio também disponibiliza transporte blindado aos proprietários.


Crédito/fonte da foto: Gizmag e Arquitectura Ideal 
Fonte do post: Amusing Planet, Megacurioso e Gizmag

Comentários (1) -

  • mariele

    27/03/2015 19:50:37 | Reply

    Puff....rindo disso, se é o fim do mundo tudo ira acabar...qual o sentido disso?!

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo