Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Foof: um parque-museu canino


Já imaginou estar em um lugar inteiramente dedicado ao “melhor amigo do homem”? O Foof é o primeiro parque-museu dedicado a cães, onde é possível saber mais sobre os companheiros de quatro patas, passar mais tempo com eles e, de quebra, ter a chance de levá-los para casa.

 

Inovando a ideia de canil, o imenso espaço interativo localizado na Itália, possui mais de 70 mil m² de vegetação. É um local hospitaleiro que abriga cães abandonados e promove adoções, além de oferecer aos visitantes mais curiosidades do mundo dos cachorros e de todas as raças em um museu inédito, com diversos recursos multimídia e até mesmo um cão-robô. Lá você entra a fundo nas histórias caninas e descobre como cada nome de raça surgiu, ou como eles passaram a ser animais de estimação! 


O museu de arquitetura moderna, além de ajudar os caninos, tem parte importante na preservação do meio ambiente.  O consumo da eletricidade é de impacto zero e nas capas dos canis foram instalados sistemas fotovoltaicos. A energia gerada pela usina é de 300 kW e permite economizar, em um ano de emissões, 213 toneladas de CO2. Parte dessa carga é usada para aquecer os pisos dos canis no inverno e garantir mais conforto aos animais.

 

Boa parte da área verde foi designada para o cultivo de vegetais e legumes, que alimentam os cães e até mesmo os convidados.

O Foof é tão legal e bonito, que até quem não é cachorro gostaria de passar uma temporada nesse lugarzinho aconchegante. 







Crédito/fonte da foto: Foof
Fonte do post: Foof

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo