Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Grupo de Trabalho irá averiguar condições de imóveis da União

O Museu da Abolição (PE) será um dos imóveis averiguados pelo Grupo de Trabalho (foto: divulgação/Museu da Abolição)

Texto: Lucas Barbosa

30/01/2019 | 17:30 – O Ministro da Cidadania, Osmar Terra, criou um Grupo de Trabalho com o intuito de diagnosticar a situação de museus, bibliotecas e imóveis do legado olímpico e da extinta Fundação Legião Brasileira de Assistência (LBA). A equipe será responsável por mapear riscos e elaborar planos de ação com medidas de proteção que promovam o funcionamento e ações de manutenção desses imóveis.

Henrique Pires, Secretário Especial da Cultura do Ministério da Cidadania, apontou o grande valor simbólico e referencial desses locais para o país. "Qualquer destruição de patrimônio é uma perda irreparável, não somente pelo valor financeiro, mas principalmente pelo valor simbólico", completa.

O grupo de trabalhado é formado por representantes das Secretarias Executivas e especiais da Cultura, de Desenvolvimento e do Esporte. O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Fundação Biblioteca Nacional e a Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) completam a equipe.

O Ministério da Cidadania, por meio do Ibram, administra diretamente 30 museus federais, a Biblioteca Nacional e o Museu-Casa de Rui Barbosa, ambos no Rio de Janeiro. Já no caso dos imóveis esportivos, o grupo de trabalho cuidará da análise do Parque Olímpico da Barra da Tijuca (RJ) e do Velódromo Olímpico do Rio de Janeiro.

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo