Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Hotel com girafas


Um hotel sossegado, no campo e com apenas seis quartos é a descrição do local perfeito para descansar nas férias, se não fosse pela excêntrica vizinhança de girafas. Isso mesmo, girafas. Localizado a 20 km de Nairóbi, a capital do Quênia, África, o Giraffe Manor recebe as ilustres presenças desses lindos animais logo pela manhã.

O local foi criado pelo AFEW (Fundo Africano para Endangered Wildlife) como um centro de criação para o Rothschild Giraffe em extinção. Tudo começou em 1932, quando a casa com grandes janelas foi construída para alojar caçadores escoceses. Depois de passar na mão de vários proprietários, ela foi comprada pela conservacionista americana Betty Leslie-Melville. Ao chegar, ela descobriu que a espécie de girafas Rothschild estava prestes a ser extinta no país, e adotou um dos últimos indivíduos: a fêmea Daisy e o macho Marlon. 


O casarão foi transformado em hotel em 1983, e desde então os hóspedes se divertem alimentando as girafas. Não é preciso muito esforço, basta ficar nas janelas dos quartos ou no salão onde é servido o café da manhã para elas chegarem bem pertinho.

Com diárias de US$ 300, o Giraffe Manor não é barato. Mas vale cada centavo, principalmente para quem viaja com crianças.