Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

IAB-RJ e Marinha lançam concurso de arquitetura para o Museu Marítimo do Brasil

Museu Marítimo do Brasil

O museu será construído no Espaço Cultural da Marinha, localizado na área central do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)

Texto: Vinícius Veloso

08/06/2021 | 16:50 — O Instituto de Arquitetos do Brasil - Departamento Rio de Janeiro (IAB-RJ), a Marinha do Brasil e o Departamento Cultural do Abrigo do Marinheiro (DCAMN) lançaram o Concurso de Projeto de Arquitetura para o Museu Marítimo do Brasil. Em nível de estudo preliminar, o certame é voltado para arquitetos e urbanistas que estejam devidamente habilitados para exercer a profissão. Há, ainda, a obrigatoriedade da formação de times multidisciplinares para a submissão dos trabalhos. O período de inscrições será entre 10 de junho e 23 de julho, sendo que os interessados devem se cadastrar neste site.

Com o objetivo de estimular a percepção da história marítima (diretamente relacionada com a formação do país), a obra que será foco do concurso terá a brasilidade como principal diferencial em relação aos demais museus marítimos espalhados pelo mundo. 

O empreendimento, que terá restaurante, auditório e cafeteria, será construído no Espaço Cultural da Marinha, localizado na região central do Rio de Janeiro, que recentemente foi revitalizada. Também integrará um complexo cultural ao lado de outros equipamentos, como o Museu de Arte do Rio (MAR), o Museu Histórico Nacional, a Casa França-Brasil, o Museu do Amanhã e o Centro Cultural do Banco do Brasil. 

Desafio para arquitetos

O concurso pretende obter uma proposta inovadora e que destaque a excelência da arquitetura brasileira contemporânea, além de agregar valor ao seu entorno. “Ao abrirmos a possibilidade de termos centenas de arquitetos pensando no tema, com um júri de alta competência para avaliar as ideias, estamos valorizando não apenas o museu com um significado importante, mas também um local de importância histórica para a cidade”, destaca o arquiteto Luiz Fernando Janot, coordenador geral do concurso, mencionando estar ansioso para ver o modo como os participantes atuarão diante das diretrizes do certame.

“Quem inscrever seus projetos terá uma tarefa delicada, porque precisará considerar a integração entre o ambiente construído, a natureza e o museu. A arquitetura vai mediar relações delicadas de perspectivas, tanto de quem estiver dentro do conjunto quanto daqueles no entorno. Esse museu não é só um museu, é um estímulo para se tornar um local do encontro”, complementa o arquiteto Igor de Vetyemy, copresidente do IAB/RJ.

“Nova joia”

Para o vice-almirante José Carlos Mathias, responsável pela Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, o projeto será uma “nova joia” no Rio de Janeiro e complementará o corredor cultural da região central. “O mar é a figura mais importante do entorno, de modo que uma das exigências é que, a partir do prédio, o visitante tenha uma plataforma para olhar o mar. Vamos nos voltar para o mar novamente, desenvolver a consciência marítima que caracteriza a nossa história”, afirma.

O concurso será realizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo. Além disso, terá o patrocínio da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), da Wilson Sons, da Qualicorp, da Companhia de Navegação Norsul e da Granado Pharmacias. Conta, ainda, com o apoio do Conselho Nacional de Praticagem do Brasil (Conapra).

Loading

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo