Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Iphan restaura Patrimônios Culturais Brasileiros em Antonina (PR)

A obra da Estação Ferroviária custou 1,4 milhão (foto: Clarice Castro/Ministério da Cidadania)

Texto: Lucas Barbosa

13/11/2019 | 09:10 – O Instituto do Patrimônio Histórico da Cidadania (Iphan) restaurou dois monumentos considerados Patrimônios Históricos do Brasil na cidade de Antonina (PR). A Igreja do Bom Jesus do Saivá e a Estação Ferroviária ficaram fechadas por 11 meses para as obras, que tiveram aporte de quase R$ 3 milhões de reais – o dinheiro é proveniente do Ministério da Cidadania.

Lelo Coimbra, ministro da Cidadania, aproveitou a cerimônia de entrega dos prédios para destacar a importância da articulação interinstitucional para o resultado das obras e da presença do Iphan em todos as regiões do país para resgatar a história e preservá-la para as gerações futuras.

Obras

O complexo religioso passou por uma substituição do telhado, dos sistemas elétrico e hidráulico, da pintura e da iluminação cenográfica; o custo da intervenção foi de R$ 1,5 milhão. A igreja fora tombada pelo Iphan em 2012 e guarda a tradição das capelas luso-brasileiras coloniais, sendo composta de alvenaria de pedra e ornamentação austera. Agora totalmente reformado, o local voltará a celebrar missas e a ser o lar da imagem do Senhor Bom Jesus do Saivá.

Por sua vez, a intervenção na Estação Ferroviária custou R$ 1,4 milhão e substituiu o telhado, os sistemas elétrico e eletrônico, além de reformar os banheiros e as esquadrias em madeira. Personagem da história ferroviária paranaense, o complexo abriga alguns órgãos da Prefeitura Municipal de Antonina desde 2003.

A Igreja do Bom Jesus do Saivá já pode voltar a realizar missas (foto: Lia Ono/Iphan)

Outros investimentos

O Iphan também está realizando outras obras em prédios históricos da cidade: restauração do Armazém Macedo, que deve ser entregue em janeiro de 2020; restauração da Fonte da Laranjeira e requalificação do Largo da Fonte e entorno; restauração do Santuário de Nossa Senhora do Pilar e requalificação do entorno; restauração da Fonte da Carioca e requalificação do Largo da Carioca e entorno; restauração do Sobrado da Prefeitura Municipal e anexo; e restauração da Igreja de São Benedito e requalificação do entorno.

Ao todo, as obras custaram R$ 17 milhões.

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo