Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Jardins de inverno concedem natureza aos ambientes

Redação Galeria da Arquitetura

Na arquitetura, o jardim de inverno é considerado um dos pontos altos dos projetos. Em tempos marcados pela frigidez do concreto, esse elemento tem levado mais natureza para dentro dos ambientes, além de decorar e conceder às pessoas melhores condições climáticas.

Crédito: Nelson Kon

Sua implantação não se restringe apenas às casas. Apartamentos, shoppings, escritórios corporativos e lugares públicos também têm se beneficiado com esse recurso que tanto agrada aos arquitetos, pois as plantas criam atmosferas mais humanizadas ao permitir a entrada de ar e iluminação naturais aos ambientes.

Crédito: Jomar Bragança

Mais especificamente, é comum o jardim de inverno aparecer em áreas centrais, decks, halls de entrada, varandas, salas de estar, corredores de passagem e até em nichos esquecidos, como por exemplo, nos vazios sob as escadas. 

Crédito: Pedro Kok

Para além das árvores e dos vasos, o trabalho paisagístico pode ganhar enfeites que valorizam ainda mais o espaço escolhido. Assim, as pedras de diversas cores e tamanhos, as cascatas e os espelhos d’água também são componentes que conferem harmonia ao jardim. 

Veja também: Plantas absorvem gases tóxicos de ambientes corporativos

Crédito: Leonardo Finotti

Aliado à iluminação, aos móveis rústicos como os de fibra sintética – resistentes à proliferação de pragas e fungos – e aos objetos de madeira, o jardim de inverno deixa de ser um local apenas contemplativo; torna-se espaço de relaxamento e até de leitura.

 Crédito: Demian Golovaty

Entretanto, é preciso prever as diversas condições estabelecidas no projeto antes de colocar a ideia em prática. Para isso, destacamos alguns pontos que devem ser observados para a implantação desse tipo de jardim. Confira: 

Como fazer

O quesito principal é o tamanho da área e a posição em que ele será plantado, preferivelmente, direcionado para receber iluminação natural. Se ficar cercado por vidros ao invés de paredes, o projeto ganha ainda mais luminosidade.

Crédito/foto: Tony Chen

Plantas adequadas

Nos jardins de inverno, é frequente ver as plantas pouco banhadas pela incidência direta do sol. Então, é importante escolher espécies resistentes a lugares fechados como Palmeira Chamaedorea, Ráfis, Licuala, Pleomele, Lança de São Jorge, Lírio da Paz, Areca, Jiboia, entre outras espécies.

Manutenção

Comparada aos jardins externos, a manutenção dos jardins de inverno exige o básico, dependendo dos tipos de plantas escolhidos. Por isso, atentar-se à periodicidade da rega e do uso de fertilizantes – se são indicados ou não – são medidas fundamentais para manter o ambiente sempre vivo.

Comentários (1) -

  • Marcia Guerrante

    05/11/2015 16:10:53 | Reply

    Lindas fotos. Seria bacana se juntamente com os créditos do fotógrafo vocês colocassem crédito também aos autores dos projetos.
    Abraço

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo