Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Lista com 15 cenários naturais e arquitetônicos de Game of Thrones

Crédito: Ihor Pasternak/shutterstock

Redação Galeria da Arquitetura

Dragões, “vagantes brancos”, trono de ferro e muita magia em um mundo mitológico. Isso mesmo: estamos falando de Game of Thrones, uma das séries de maior sucesso da televisão. Para dar vida aos Sete Reinos, as gravações foram realizadas em diversos lugares de tirar o fôlego.

Nós identificamos 15 cenários naturais e arquitetônicos de GOT que existem no mundo real. Confira!

ALERTA DE SPOILERS: alguns trechos podem conter informações dos episódios.

1. Janela Azul (Ilha de Gozo, Malta)

O arco natural de calcário foi cenário para o casamento de Khal Drogo e Daenerys Targaryen na 1ª temporada da série, em 2011. Cinco anos depois, o cartão postal de Malta desmoronou devido a fortes tempestades na região.

Crédito: Zoltan Gabor/shutterstock

2. Praia de Itzurun (Zumaia, Espanha)

Demos um salto no tempo e pulamos para a 7ª temporada. A invasão de Daenerys Targaryen foi gravada na Praia de Itzurun. Com falésias irregulares sedimentadas, a região é paradisíaca, além de ser o destino preferido de muitos surfistas.

Crédito: Jose Arcos Aguilar/shutterstock

3. Belfast, Irlanda do Norte

Belfast, capital da Irlanda do Norte, é um dos lugares preferidos de muitos fãs de GOT. Afinal, várias cenas que mostram o recanto da Casa Stark e as principais cidades da série – Westeros e Winterfell – foram gravadas em terras britânicas.

Crédito: Nahlik/shutterstock

4. Parque Nacional Florestal de Tollymore (Belfast, Irlanda do Norte)

Lembra da cena em que os lobos gigantes, símbolos da Casa Stark, foram encontrados e entraram para a família nortenha? Também foi gravada em Belfast, na Irlanda do Norte, mais precisamente no Parque Nacional Florestal de Tollymore.

Crédito: Sara Winter/shutterstock

5. Caverna de Grjotagja (Lago Myvatn, Islândia)

A Caverna de Grjotagja foi cenário para a cena amorosa entre Jon Snow e Ygritte na 1ª temporada. Localizada na região do Lago Myvatn, ela tem como peculiaridade a água cristalina, com temperatura média de 44°C.

Crédito: Try Media/shutterstock

6. The Dark Hedges (Condado de Antrim, Irlanda do Norte)

Os produtores da série gostaram mesmo da Irlanda do Norte... Escolheram outro lugar do país para compor os episódios: The Dark Hedges, também conhecido como “estrada do rei”, local que marcou diversas passagens de Game of Thrones. A nota triste é que em 2016, após uma forte tempestade, parte das árvores foi arrancada.

Crédito: Pfeiffer/shutterstock

7. Real Alcázar de Sevilha (Sevilha, Espanha)

O Real Alcázar de Sevilha é um complexo de jardins e palácios tombado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Na série, ele foi transformado na capital de Lançassolar, governada pelos Lordes da Casa Martell, e nos Jardins de Água.

Crédito: Aleksandar Todorovic/shutterstock

8. Torre Minceta (Dubrovnik, Croácia)

As primeiras cenas com os dragões de Daenerys Targaryen ainda pequenos foram gravadas na Torre Minceta, conhecida na série como Casa dos Imortais. A exuberante região fica em Dubrovnik, na Croácia. 

Crédito: Boris Stroujko/shutterstock

9. Forte de Lovijenac (Dubrovnik – Croácia)

Reconheceu a foto abaixo? É da cidade do Trono de Ferro...ou melhor, do Forte de Lovijenac, também localizada na croata Dubrovnik. Nessa região foram gravadas cenas importantes do seriado, como a Batalha de Água Negra, que ocorreu na 2ª temporada.

Crédito: Ihor Pasternak/shutterstock

10. Portão de Mdina (Mdina, Malta)

Com arquitetura histórica, a cidade de Mdina é conhecida como “cidade-museu”. Um dos ícones é o grande portão, que aparece em algumas cenas da 1ª temporada como o Portão de Porto Real.

Crédito: Viliam.M/shutterstock

11. San Juan de Gaztelugatxe (Bermeo, Espanha)

É em uma pequena ilha de Bermeo que está a Pedra do Dragão, o lar da Casa Targaryen. Lá existe apenas uma igreja antiga cercada pelo agitado mar, que tornou o cenário ideal para as gravações da 7ª temporada.

Crédito: jose maria luis/shutterstock

12. Sibenik (Croácia)

A pequena, portuária e medieval Sibenik, na Croácia, foi o pano de fundo de episódios importantes da 5ª temporada de GOT. Na série, ela se tornou a cidade de Braavos, onde fica o Banco de Ferro. Foi lá, também, que Arya Stark inicia a sua jornada na Casa do Preto e Branco para servir ao “deus de muitas faces”.

Crédito: SergeyIT/shutterstock

13. Castillo de Almodóvar del Río (Córdoba, Espanha)

O Castelo de Almodóvar foi cenário para o Jardim de Cima (ou Highgarden), sede da Casa Tyrell. Um ícone da cidade de Córdoba, por sua arquitetura bastante preservada e, ao mesmo tempo, típica da Idade Média.

Crédito: Calavision/shutterstock

14. Parque Natural Los Barruecos (Cáceres, Espanha)

Os lagos e os pedregulhos do Parque Natural Los Barruecos presenciaram uma das cenas mais quentes da 7ª temporada, quando o dragão Drogon queimou quase todo o exército Lannister em uma batalha.

Crédito: StockPhotoAstur/shutterstock

15. Santiponce (Sevilha, Espanha)

Antigamente o anfiteatro do período romano sediava batalhas de gladiadores, mas em Game of Thrones foi palco do último episódio da 7ª temporada. Todos os personagens principais se reuniram para decidir o destino dos Sete Reinos nesse lugar.

Crédito: Joaquin Ossorio Castillo/shutterstock

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo