Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Lista com a evolução dos edifícios mais altos do mundo


Crédito: FilmCore

Texto: Phelipe Vieira

Construir arranha-céus não é para qualquer um. Imagina a responsabilidade de conceber o edifício mais alto do mundo de uma determinada época?  Tarefa para pouquíssimos!

E você sabe quais foram os maiores prédios de cada período? Em quais lugares foram construídos? E os arquitetos responsáveis? Então confira os 12 edifícios que ganharam tal honraria!

1. Philadelphia City Hall (1901)

Foto: f11photo/shutterstock

Nossa lista começa pelo Philadelphia City Hall, construído no início do século passado. É a sede do Governo da Filadélfia, nos Estados Unidos. Com 167 metros de altura, seu projeto é assinado pelos arquitetos John McArthur Jr. e Thomas Ustick Walter. A obra durou de 1871 a 1901. Foi a construção mais alta do mundo naquele período e “quebrou” um tabu: antes dela, as maiores edificações eram de cunho religioso.

2. Singer Building (1908)

Vamos continuar nossa “história”. Depois de sete anos, surgiu uma torre de 187 metros de altura em Manhattan, Nova Iorque, também nos Estados Unidos. O Singer Building foi inaugurado em 1908 e projetado pelo arquiteto Ernest Flagg para ser a nova sede da empresa Singer Manufacturing Company. Porém, 60 anos depois foi demolido.

3. MetLife Tower (1909)

O “reinado” do Singer Building não durou muito. Em 1909, foi inaugurado na mesma cidade o Metropolitan Life Insurance Company Tower. Com 213 metros de altura e 50 andares, foi projetado pelo arquiteto estadunidense Napoleon Le Brun.

4. Woolworth Building (1913)

Foto: Felix Lipov/shutterstock

Manhattan realmente se notabiliza pelos grandes prédios. Tanto é que em 1913 surgiu o Woolworth Building, no número 233 da Broadway. Com 241 metros de altura, foi projetado pelo arquiteto Cass Gilbert, a pedido de Frank Winfield Woolworth – fundador de uma das maiores cadeias de lojas do País e que tem o seu nome. O empresário desembolsou nada menos do que 13,5 milhões de dólares. Em 1966, o edifício foi considerado um Marco Histórico Nacional. Além de ser palco de diversas produções cinematográficas.

Depois disso, uma disputa acirrada entre três edifícios no início dos anos 30 “lutaram” pelo posto de mais alto do mundo. Vamos ver a seguir!

5. Bank of Manhattan Trust (1930)

O Bank of Manhattan Trust — também conhecido por The Trump Building ou 40 Wall Street —, foi construído entre os anos de 1928 e 1930, em Manhattan. Tem 283 metros de altura e 70 andares. Foi projetado pelos arquitetos H. Craig Severance e Yasuo Matsui, com participação do escritório de arquitetura Shreve, Lamb & Harmon .

Dois fatos marcaram o prédio: o primeiro foi em 20 de maio de 1946. Nesse dia, um avião bimotor colidiu com a fachada. O acidente matou os cinco tripulantes da aeronave e fez um buraco no 58º andar. O outro foi em 16 de junho de 2000, quando foi indicado no Registro Nacional de Lugares Históricos.

6. Chrysler Building (1930)

Ainda em 1930, a sede da gigante automobilística Chrysler tomou o “trono” de edifício mais alto do planeta. Inicialmente, o arquiteto William Van Allen tinha idealizado a obra com 246 metros de altura. Mas pelo fato de ter sido construído simultaneamente ao Trump Building, o projeto foi alterado.

Van Allen não só aumentou a altura do prédio, como acrescentou 56 metros na antena. Assim, a construção venceu a disputa e tornou-se a primeira estrutura habitável a ultrapassar a marca de 1000 pés (304,8 m), com 319 metros de altura.

Curiosidade: naquela época, os responsáveis pelo The Trump Building não aceitaram muito bem a concorrência e lançaram uma nota nos jornais, alegando que a torre do Chrysler era totalmente inacessível e servia apenas como ponto de observação.

Até hoje é o edifício construído com tijolos mais alto do mundo (são 3.826.000 tijolos). Foi considerado um Marco Histórico Nacional em 8 de dezembro de 1976.

7. Empire State Building (1931) 


Foto: Mihai Simonia

Um ano depois, surgiu o icônico Empire State Building para pôr fim à discussão. O escritório de arquitetura Shreve, Lamb and Harmon assina o projeto, que está localizado no “coração” de Manhattan, na Quinta Avenida. Tem 381 metros de altura até o telhado e 443 metros de altura até a antena.

Manteve o posto de edifício mais alto por 40 anos e é símbolo da “Big Apple”. Recebe, aproximadamente, quatro milhões de visitantes por ano. Além de já ter sido palco de inúmeras produções famosas de Hollywood. Vai falar que nunca viu a cena em que o King Kong escala aquele prédio enorme?!

Apesar de ser uma edificação dos anos 30, o Empire State Building tem uma estrutura de energia sustentável e obteve a certificação LEED, após a reforma executada em 2010.

8. World Trade Center (1973)

Depois de quatro décadas, surgiu um complexo de sete edifícios comerciais em Manhattan: o World Trade Center. Projetado pelo arquiteto Minoru Yamasaki, com participação do escritório Emery Roth & Sons, o complexo ficou famoso pelas “Torres Gêmeas” de 417 metros de altura até o telhado e 527 metros até a ponta da antena.

Em 11 de setembro de 2001, elas foram alvos de terroristas e desmoronaram devido ao impacto e ao incêndio. Outros dois prédios do complexo também não resistiram às chamas e aos detritos. Os três prédios restantes sofreram danos graves e tiveram que ser demolidos.

Depois de 13 anos, foi inaugurado o One World Trade Center no mesmo lugar onde ficavam as “Torres Gêmeas”.

9. Sears Tower (1973)

Durante 60 anos, Manhattan teve as maiores edificações do mundo. Em 1973, o cenário mudou. Foi quando Chicago ganhou o Sears Tower – hoje em dia chamado de Willis Tower. Tem 442,1 metros até o telhado e 527,2 metros se contarmos a antena. O projeto é do escritório Skidmore, Owings and Merrill.

10. Petronas Towers (1998)


Foto: IZZ HAZEL/shutterstock

Já na década de 90, o edifício mais alto do mundo saiu dos Estados Unidos. O Petronas Towers foi construído em Kuala Lumpur, na Malásia. O arquiteto César Pelli foi o responsável por projetar as duas torres de 452 metros de altura, divididas em 88 andares. Além do tamanho, elas se notabilizam por carregar símbolos da cultura islâmica.

Os prédios são conectados por uma passarela, que não fica rigidamente ligada a eles. Além disso, a estrutura funciona como fuga de incêndios e pode se mover de maneira independente em caso de ventos fortes.

11. Taipei 101 (2004)

O primeiro edifício do século XXI a conquistar o posto de mais alto do mundo foi o Taipei 101. O “arranha-céu” — inaugurado em dezembro de 2004 — foi projetado pelo arquiteto taiuanês C. Y. Lee e está localizado em Taipei, Taiwan. Possui 101 andares e 508 metros de altura.

Para reduzir o “balanço”, o arquiteto colocou uma esfera de 5,5 metros e 660 toneladas no topo.

12. Burj Khalifa (2010)


Foto: Kirill Neiezhmakov/shutterstock

Chegamos ao fim da nossa lista! O edifício mais alto do mundo atualmente é o Burj Khalifa. Com incríveis 828 metros de altura, está localizado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Ele simplesmente “trucidou” o antigo recorde, pertencido ao Taipei 101.

A empresa de arquitetura e engenharia Skidmore, Owings and Merrill ficou encarregada do projeto, que teve início em 2004. O orçamento chegou próximo a 1,5 bilhão de dólares.

Bônus: Jeddah Tower (2021) e Dubai Creek Tower (2022)

Dois edifícios estão em fase de construção e com potencial para destronar o Burj Khalifa: Jeddah Tower e Dubai Creek Tower. Vamos aguardar os próximos capítulos dessa história!

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo