Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

O essencial de Ludwig Mies Van der Rohe

Crédito: A Continuous Lean

Para ele, o excesso era dispensável. Ludwig Mies Van der Rohe apreciava o mínimo, por isso o aroma minimalista é haurível em muitas de suas obras, como na Casa Farnsworth – localizada na cidade de Plano, Illinois (EUA). Nascido em 27 de março de 1886, se estivesse vivo, completaria 130 anos em 2016.

Ainda menino, o pequeno alemão da cidade de Aachen, trabalhava na empresa de cantaria de seu pai. Mas, o destino não tardou em levá-lo para o caminho ao qual estava predestinado. Em 1905, mudou-se para Berlim, onde trabalhou no escritório do arquiteto Bruno Paul. Dois anos mais tarde, por indicação do chefe, Van der Rohe projetou e construiu a casa do filósofo Alois Riehl.

Crédito: Wikipédia

Em 1929, presenteou o mundo com o pavilhão alemão para a Feira Mundial de Barcelona que, anos mais tarde, tornar-se-ia patrimônio histórico da humanidade. A década de 30 iniciara bem, pois assumira a direção da Bauhaus, em Dessau, Alemanha. O governo nazista, porém, foi um empecilho para Van der Rohe, pois eles a fecharam em 1932. Ludwig a transferiu para um galpão no bairro de Steglitz, Berlim.

Entretanto, a medida não foi suficiente: os nazistas a fecharam novamente por considerarem-na “bolchevismo cultural”. Sem sorte em sua terra natal ele rumou para américa em 1937 e, no ano seguinte, assumiu a direção do departamento de arquitetura do Instituto de Tecnologia de Illinois, que fica em Chicago (EUA), e projetara o campus.

Veja também: Contribuições de Le Corbusier à arquitetura e Detalhes de Lúcio Costa

Obras

Crédito: Adriano Mello

Seus projetos são concebidos a partir do seu ideal de “menos é mais”, por isso, seu estilo arquitetônico é caracterizado por linhas retas, espaços negativos e pouco uso das cores. Ludwig definia seu estilo como “pele e osso”, aplicado em outros projetos famosos além da Casa Farnsworth e do pavilhão alemão para a Feira Mundial de Barcelona.

Composto por 39 andares distribuídos em 157 metros, o Edifício Seagram em Nova Iorque (EUA), foi desenvolvido por ele. O Crown Hall, edifício do campus do Instituto de Tecnologia de Illinois (EUA), e a Livraria Memorial Matin Luther King Jr, em Washington DC, EUA, também figuram no portfólio de Van der Rohe.

Crédito: A view on cities

O Neue National Galerie, que fica localizado na capital da Alemanha, foi o único projeto do arquiteto construído em sua terra natal após a Segunda Guerra Mundial. O projeto foi inaugurado no mesmo ano de sua morte, em 1969.

Fontes: DW, Wikipédia, Uol Educação, A Continuous Lean e Wikiarquitectura.

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo