Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Passageiros serão transportados por barcos autônomos no RJ

O projeto entrará em vigor a partir de dezembro de 2022 (Foto: TideWise/Divulgação)

Texto: Naíza Ximenes

20/04/2022 | 16:02 — Os turistas e moradores do Rio de Janeiro ganharam uma nova atração: os passeios hidroviários por canais cariocas, realizados por barcos autônomos e ecológicos. O projeto de mobilidade urbana é fruto da parceria entre a TideWise — uma empresa latino-americana do segmento de barcos autônomos — e o Hotel Urbano — uma plataforma de viagens.

O projeto entrará em vigor a partir de dezembro de 2022, e as rotas hidroviárias passarão pelas atrações mais importantes da cidade, como o Pão de Açúcar e a Península na Barra da Tijuca.

A embarcação, que é autônoma e pode ser operada de forma remota ou local, transportará até 15 pessoas por vez. A rota inicial parte da sede da empresa do Hotel Urbano e tem como destino final a estação Jardim Oceânico do metrô, com percursos de ida e volta que durarão cerca de 20 minutos em cada trecho. 

Apesar de ter a proposta inicial de transportar apenas os colaboradores do Hotel Urbano, a expectativa é que, entre março e junho de 2023, a embarcação — batizada de Arya — já esteja transportando o público em geral. 

Para tornar-se um meio de transporte da população como um todo, foi estipulado que o Arya fosse 100% elétrico, sem emitir gases poluentes. Assim, a embarcação ganhou painéis fotovoltaicos — instalados tanto no próprio barco quanto no píer de atracação, que atuará como uma estação de recarga das baterias — e métodos de Inteligência Artificial (IA) para detectar óleo e poluição na água durante a navegação — outra estratégia para fomentar o controle ambiental.

A embarcação utiliza sensores a laser (LiDAR), radares e sistemas de câmeras — um conjunto capaz de navegar de maneira segura, ainda que compartilhe as mesmas hidrovias das embarcações convencionais.

A comunicação é realizada via satélite, 4G ou link de rádio (com alcance de até 18 Km, o que permite ao operador monitorar e controlar a embarcação com precisão e segurança em tempo real).

Para seus idealizadores, o barco será uma nova opção de mobilidade urbana capaz de poupar o tempo das pessoas e integrar a malha urbana já existente. Embarcações similares já estão em início de operação em outros países, como “Roboat”, em Amsterdã (Holanda). No Brasil, o Arya será o primeiro modelo em operação, com o know-how da TideWise.

Segundo o fundador e Co-CEO do Hurb, João Ricardo Mendes, a ideia é que o uso dos barcos seja uma experiência positiva para os funcionários da empresa e que ajude a chamar a atenção para a necessidade de preservação do local. “Além da comodidade, a iniciativa é totalmente sustentável e vai chamar a atenção para a questão da preservação ambiental a partir da visibilidade que esperamos que ela alcance”, afirma.

Loading

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo