Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Projeto brasileiro vence prêmio de arquitetura esportiva na Alemanha

prêmio arquitetura esportiva

O trabalho é assinado pelo escritório Effect Arquitetura e Gerenciamento (Foto: Divulgação/Effect Arquitetura e Gerenciamento)

Texto: Vinícius Veloso

10/11/2021 | 17:22 — A cidade de Colônia, na Alemanha, recebeu no último dia 26 de outubro a cerimônia do 2021 IOC IPC IAKS architecture prizes. Organizado pelo Comitê Olímpico Internacional, em parceria com o Comitê Paraolímpico Internacional e a Associação Internacional de Instalações Esportivas e de Lazer, o evento reconheceu as melhores instalações arquitetônicas e projetos globais que reúnem funções de lazer e esporte. Entre os trabalhos premiados está a modernização dos campos de rúgbi e de hóquei sobre a grama, além das piscinas, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que se destacou no quesito acessibilidade.

Concebido pelo escritório Effect Arquitetura e Gerenciamento, o projeto de expansão e retrofit seguiu todas as determinações do plano diretor e fez com que os espaços passassem a atender aos requisitos e normas técnicas estabelecidos pelas federações internacionais de rúgbi, hóquei na grama, nado sincronizado e natação. As reformas buscaram adequar os locais para que recebessem diferentes seleções para sessões de treinamento durante os Jogos de 2016, que aconteceram no Rio de Janeiro. Além disso, as intervenções deixaram um legado pós-olímpico, com as áreas podendo ser aproveitadas em diversos projetos comunitários.

Soluções do projeto

Na piscina olímpica foram instaladas algumas das mais modernas tecnologias que existem na questão de renovação. Foi executada a remodelagem de placas em aço inoxidável pré-moldadas, peças que foram fixadas sobrepostas à piscina já existente para que as suas medidas fossem adequadas aos padrões oficiais da Federação Internacional de Natação (FINA).

Para o campo de hóquei sobre a grama, foi projetado um sistema asfáltico permeável com grama sintética de alto desempenho e manta amortecedora. A solução permite o uso dos maiores sistemas de irrigação já implantados em um campo dessa modalidade, que precisa ser encharcado com mais de 6 mil litros de água a cada 30 minutos.

O projeto previu, ainda, soluções sustentáveis como o aproveitamento da energia solar e filtros de piscina que permitem o reúso de água, principalmente na irrigação dos campos.

Loading

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo