Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

SASP quer que arquitetos e urbanistas participem de vistorias em ocupações em São Paulo

Audiência no Ministério Público de São Paulo contou com a presença de representantes de movimentos sociais, do Corpo de Bombeiros, do SASP e do CAU/SP (foto: Roney Cristian Rodrigues)

Texto: Lucas Barbosa

18/05/2018 | 16:10 – Após o incêndio que causou o desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, em São Paulo (SP), a Secretaria Municipal de Habitação conversou com movimentos de moradias para organizar vistorias em pelo menos 70 ocupações no centro da cidade. O assunto foi tratado em uma audiência do Ministério Público de São Paulo, realizada em 3 de maio.

Membros do Sindicato dos Arquitetos no Estado de São Paulo (SASP) participaram da reunião e pediram que arquitetos e urbanistas façam parte do corpo técnico que realizará as vistorias. Maurílio Chairetti, presidente do SASP, aproveitou para afirmar que já existem tecnologias para adaptação dos imóveis e construção de sistemas que garantam a segurança das famílias.

Também participaram da audiência, representantes de movimentos sociais, do Corpo de Bombeiros e do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU/SP).

O procurador-geral de Justiça de São Paulo, Gianpaolo Smanio, avisou que o Ministério Público acompanhará o resultado das vistorias para verificar as condições de habitabilidade dos edifícios e a segurança de seus habitantes.

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo