Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Segundo livro da série infantil Casacadabra é lançado no Catarse

A Avenida Paulista, em São Paulo, é um dos pontos visitados pelas personagens do livro (foto: divulgação/Pistache Editorial)

Texto: Lucas Barbosa

17/04/2018 | 12:00 – O livro Casacadabra – Cidades para Brincar conta as aventuras de Lina e Tiê – uma capivara aventureira –, que buscam descobrir os segredos das construções por dez espaços públicos espalhados pelo mundo, como o Superkilen, em Copenhague (Dinamarca), e o Cantinho do Céu, em São Paulo. Este é o segundo título da série; o primeiro foi chamado de Invenções para morar e apresentou a arquitetura de dez casas pelo mundo.

Através de brincadeiras e exercícios, o livro apresenta o espaço urbano como um lugar lúdico. “Queremos incentivar os leitores a perceberem as cidades como vivas e abertas a brincadeiras, como um lugar de encontro e de aprendizado”, explicam a jornalista Bianca Antunes e a arquiteta Simone Sayegh, idealizadoras do projeto e responsáveis pelo texto e edição. As ilustrações são da arquiteta Luísa Amoroso.


O livro busca fazer o leitor visualizar o espaço urbano como um lugar lúdico (foto: divulgação/Pistache Editorial)

Em busca de cidades mais humanas

Para as autoras, se ensinados desde o ensino básico, a arquitetura e o urbanismo poderão criar cidades mais justas e humanas. "Acreditamos na educação para abrir os olhos das pessoas, desde cedo, para o lugar em que vivem. A série Casacadabra é um pequeno passo para essa transformação", completam as autoras.

Financiamento coletivo

Assim como o primeiro livro da série, o Casacadabra 2 será lançado na ferramenta de financiamento coletivo Catarse a partir do dia 16 de abril. Aqueles que contribuírem serão recompensados com gabarito/estêncil com formas urbanas para as crianças desenharem seus espaços públicos e agradecimentos no livro.

As autoras também buscam apoios e patrocínios para promoção de atividades educativas relacionadas à arquitetura e ao urbanismo.

Lugares visitados

Além dos espaços supracitados, as personagens ainda visitam o High Line, em Nova Iorque (EUA); a Avenida Paulista, em São Paulo; a Escadaria Trinidade do Monte, em Roma (Itália); os Parquinhos de Aldo van Eyck, em Amsterdã (Holanda); a Reabertura do rio Cheonggyecheon, em Seul (Coreia do Sul); a Praça dos Desejos, em Medelín (Colômbia); a Praça Imagem do Mundo, em Esfahan (Irã); e o Poço da Figueira, em Barcelona (Espanha).
Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo