Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Sete dicas para decoração de áreas externas

Fotos: Edison Garcia, Renato Elkis e Nenad Radovanovic

Redação Galeria da Arquitetura

A área externa é como o cartão de visitas de um projeto arquitetônico. Seja um espaço de lazer, um terraço gourmet, uma varanda ou um simples jardim, esse ambiente merece criatividade na decoração, mas sempre com uma atenção especial na escolha dos materiais, pois eles devem resistir à exposição ao sol, à chuva e, em áreas litorâneas, à maresia.

Uma opção para o mobiliário externo são os tecidos impermeáveis, como os de fibra sintética, aliados a materiais como o alumínio e o aço inox. “Pedra, madeira e cerâmica são os mais apropriados para o revestimento”, aponta o paisagista Wolfgang Schlögel, que complementa muitos de seus projetos com sistemas automatizados de som e imagem para exteriores.

Projeto: Jardim do Semiárido, Marcelo Faisal. Foto: Romulo Fialdini

Outra dica de Wolfgang é o uso da espuma quick dry em estofados. “É um material que não retém líquido e seca rápido”, explica.

Veja abaixo sete itens que garantem conforto e praticidade na decoração de áreas externas.

Objetos de decoração

Projeto: Gadia House, Bia Gadia Arquitetura. Foto: Bia Gadia

Para a ornamentação dos ambientes abertos, pode-se usar almofadas, tapetes, vasos e obras de arte, mas sempre resistentes à ação do sol e da chuva, como a escultura usada na Gadia House.

Iluminação

Projeto: Alphaville Pelotas, AUM Arquitetos. Foto: Marcelo Donadussi

Schlögel aposta nas luminárias externas para variar nas ambientações graças ao uso de diferentes focos, cores e intensidades. “Esses recursos valorizam os ambientes externos”, afirma. 

No projeto Alphaville Pelotas, por exemplo, a passarela de entrada é iluminada por postes baixos de jardim.

Pedras

Projeto: Centro Empresarial Itaú Conceição, Ana Paula Magaldi Paisagismo. Foto: Raphael Briest

A textura e as cores das rochas dinamizam e dão caráter à decoração de superfícies, caminhos e canteiros.

Mobiliário

Projeto: Varanda Gourmet, AD Arquitetura e Design. Foto: Gilson Barbosa

Móveis de fibra sintética, madeira, alumínio ou aço inox são mais resistentes às intempéries da natureza. Mesas e cadeiras com pés altos ou rodízios também oferecem vantagens em ambientes externos, pois evitam o contato direto dos estofados com o chão, e facilitam alterações de layout.

Jardim

Projeto: Casa Cidade Jardim, Sesso & Dalanezi Arquitetura + Design. Foto: Mariana Orsi

A vegetação aparece em diferentes formas: gramados, painéis verticais e árvores. Para mantê-las sempre verdejantes, a manutenção é fundamental, mas parte da escolha de espécies adequadas. Por isso, deve-se estudar previamente as características de cada planta, além de realizar regas e aplicação de fertilizantes periodicamente após o plantio.

Espelhos d’água