Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Universidade Federal do Rio de Janeiro anuncia campanha para execução de obras urgentes

Universidade Federal do Rio de Janeiro

A Universidade criou um comitê para administrar os valores recebidos e manter a transparência (Foto: Reprodução/UFRJ)

Texto: Vinícius Veloso

26/05/2021 | 14:00 — A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) deu início à campanha de financiamento coletivo para viabilizar a recuperação do prédio da Reitoria. A edificação, localizada na Ilha do Fundão, foi atingida por um incêndio no último mês de abril (fogo que teria começado após curto-circuito no ar-condicionado). Os recursos arrecadados serão usados na reforma dos sistemas elétricos, em mudanças nas fachadas e pilares, na impermeabilização da cobertura nos blocos C e D, na implantação de projeto de combate a incêndios, entre outras obras.

Podem colaborar com a campanha tanto pessoas físicas quanto jurídicas. As doações devem ser depositadas em favor da Fundação Coppetec no Banco do Brasil (Agência 2234-9 e Conta Corrente 55.735-8). Os recibos das transações precisam ser encaminhados para o site da transparência do Fundo de Apoio ou para o e-mail doador.reitoria@coppetec.ufrj.br. A UFRJ criou um comitê gestor com membros da própria universidade e da Fundação Coppetec para administrar os valores recebidos e manter a transparência dos donativos e de suas aplicações.

A situação reflete o abandono da instituição de ensino, que enfrenta grave crise financeira pela falta de recursos. "Estamos com dificuldades de pagar contratos de limpeza, manutenção, contas de água e de luz. Imagina fazer as obras necessárias de manutenção desses prédios, que são realmente patrimônios do nosso país", afirmou ao portal G1 a reitora Denise Carvalho. Os problemas econômicos também impedem a retomada das atividades presenciais.

Prédio histórico

Além da reitoria da UFRJ, o edifício Jorge Machado Moreira abriga a sede da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FAUUFRJ). Devido à localização contígua, o incêndio de abril atingiu parcialmente o Núcleo de Pesquisa e Documentação (NPD-FAUUFRJ). “Este é mais um episódio que, infelizmente, dilapida o nosso patrimônio, seja o edifício Jorge Machado Moreira, seja parte importante da memória da arquitetura e do urbanismo produzidos no Brasil”, lamentou a FAUUFRJ na época do incidente.

A edificação foi um ícone da arquitetura nacional e já chegou a conquistar o primeiro lugar na Exposição Internacional de Arquitetura, em São Paulo, na categoria prédios públicos.

Loading

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo