Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Dois brasileiros concorrem ao prêmio WAF de 2016

Pavilhão Hyundai Aeroporto, São Paulo, do Spadoni AA. Foto: Tiago de Oliveira Andrade

Redação Galeria da Arquitetura

Francisco Spadoni e Marcio Kogan são os arquitetos que representam o Brasil na final do World Architecture Festival (WAF) Awards 2016, um dos maiores e mais celebrados concursos de arquitetura do mundo.

O escritório Spadoni AA participa da competição com o projeto do Pavilhão Hyundai Aeroporto (foto), em São Paulo. Já o studio mk27, de Kogan, concorre com duas obras residenciais: a Casa na Mata, em São Paulo, e a Casa Catuçaba, em São Luiz do Paraitinga, SP.

Na edição de 2016, o WAF Awards tem 32 categorias que reúnem 343 projetos e obras finalistas, provenientes de 58 nacionalidades. Todos os seus autores serão convidados a participar do WAF, que neste ano acontece no mês de novembro, em Berlim.

Durante o evento, serão conhecidos os ganhadores de cada uma das categorias, além de escolhido, por votação do público, o grande vencedor do prêmio. A comissão julgadora é composta por David Chipperfield, David Basulto, Kai-Uwe Bergmann, Louisa Hutton e Ole Scheeren.

Veja aqui as 343 obras e projetos finalistas.

Entre as obras concluídas, há 17 categorias: casas; cívico e comunitário; comercial; cultural; produção, energia e reciclagem; ensino e pesquisa; escolas; esporte; expositivo; habitação; hotel e lazer; novo e antigo; religião; saúde; shopping; transporte; e uso misto.

Já em projetos futuros, são 13 categorias: casas; cívico; comercial; concursos; cultural; educação; empreendimentos de lazer; experimental; infraestrutura; masterplan; residencial; saúde; e uso misto comercial. A competição conta, ainda, com as subcategorias paisagismo e pequenos projetos.

Confira também:
Conheça os finalistas do prêmio World Architecture Awards 2015

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo