Casacadabra: um jeito divertido de aprender arquitetura

Edição do Casacadabra – Livro de Arquitetura para Crianças – tornou-se realidade com financiamento coletivo. Foram impressos mais de 500 exemplares que serão doados para escolas, bibliotecas públicas e ONGs
0 Compartilhamentos
0
0
0

Crédito:
Divulgação Editora Pistache

Redação
Galeria da Arquitetura

Já pensou em como
seria ensinar arquitetura de um jeito lúdico e, ao mesmo tempo, didático para
as crianças? O Casacadabra – Livro de Arquitetura para Crianças traz um novo
conceito para a educação. As autoras do projeto, a jornalista Bianca Antunes e
a arquiteta Simone Sayegh, conseguem mostrar, através da leitura, como as cidades
podem ser mais justas e humanas quando a arquitetura e o urbanismo começam a ser
instruídos desde cedo aos pequeninos.

O lançamento será
realizado no Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do
Estado de São Paulo. O evento acontece no dia 10 de setembro, das 13h às 18h, com
entrada gratuita.

Crédito:
Divulgação Editora Pistache

Financiamento
coletivo

A edição pela Pistache
Editorial tornou-se realidade após atingir 143% da meta proposta do
financiamento coletivo feito pelo Catarse, levando à produção do livro – realizada
em conjunto com o Educativo MCB –, e à impressão de mais de 500 exemplares, que
serão doados para escolas e bibliotecas públicas e ONGs.

Além disso, as
autoras presentearão os apoiadores do projeto com um pôster da Casa Bola,
assinado pelo arquiteto Eduardo Longo.

Arquitetura
ilustrada

O Casacadabra é
ilustrado com dez projetos residenciais construídos pelo mundo e assinados por
arquitetos famosos, como o Edifício Copan, de Oscar Niemeyer; a Casa de Vidro,
de Lina Bo Bardi; a Casa Batlló, de Antoni Gaudí; e a Casa NA, de Sou Fujimoto. 

Crédito:
Divulgação Editora Pistache


Crédito:
Divulgação Editora Pistache

E mais:

Casa Bola, de
Eduardo Longo (São Paulo, Brasil)

Casa Grelha, de FGMF
(Serra da Mantiqueira, Brasil)

Casa Dymaxion, de
BuckminsterFuller (Estados Unidos)

Fallingwater, de Frank Lloyd Wright (Mill Run, Estados Unidos)

Bedzed, de Bill
Dunster (Londres, Inglaterra)

Quinta Monroy, de
Elemental (Iquique, Chile)

A obra contém explicações
simples e didáticas sobre termos técnicos como brise-soleil, pilotis, estrutura
em balanço, aspectos sociais da arquitetura e outros; além de unir brincadeiras,
interatividades e exercícios propostos para fazer em casa ou na escola, com o
lado social e formal da responsabilidade.

O intuito do livro é
estimular as crianças a descobrirem segredos e detalhes que a arquitetura
esconde, mas sem tirar a magia de imaginar as casas como um lugar redondo; com
um dragão morando em seu telhado ou com uma cachoeira dentro do quarto.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *