Edifício projetado por Oscar Niemeyer será desativado em Minas Gerais

O Palácio Tiradentes faz parte da Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte. Com a medida, o Governo Mineiro almeja economizar R$ 5 milhões por ano
0 Compartilhamentos
0
0
0

O Palácio Tiradentes é considerado o maior vão livre do mundo (foto: Ronaldo Almeida/shutterstock)

Texto: Lucas Barbosa

06/04/2018 | 09:05 – Localizado em Belo Horizonte, o Palácio Tiradentes será desativado pelo Governo de Minas Gerais. A medida foi anunciada em fevereiro deste ano e pretende reduzir os gastos em R$ 5 milhões anuais. Considerado o maior vão livre do mundo, o prédio faz parte da Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves – complexo que abriga o governo mineiro – e foi um dos últimos projetos do arquiteto Oscar Niemeyer, morto em dezembro de 2012.

Para evitar danos ao prédio, o deputado estadual Alencar da Silveira JR (PDT) apresentou um projeto de lei para que o Palácio Tiradentes se torne a nova sede das faculdades da Universidade do Estado de Minas Gerais.

Com área de 804 mil metros quadrados, a Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves é composta pelo Palácio Tiradentes, edifícios Minas e Gerais, centro de convivência, auditório Juscelino Kubitschek e instalações de apoio. A obra custou quase R$ 1,2 bilhão.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *