Igreja da Pampulha é revitalizada em BH, Minas Gerais

O local estava em obras desde 2017 e contou com investimento do Governo Federal de R$ 1,07 milhão
0 Compartilhamentos
0
0
0

A Igreja da Pampulha foi a primeira construída no País nos moldes da arquitetura moderna (foto: shutterstock/Antonio Salaverry)

Texto: Lucas Barbosa

08/10/2019 | 15:35 – A Igreja de São Francisco de Assis reabriu as suas portas na última sexta-feira (4) para a realização de batizados, casamentos e missas. Popularmente conhecida como Igreja da Pampulha, está localizada no Conjunto Moderno da Pampulha, em BH (Minas Gerais), e estava fechada desde 2017.

Durante os dois últimos anos, o edifício passou por uma intervenção que revitalizou seu piso, os revestimentos, as pinturas, a impermeabilização e recuperou elementos danificados. Também ocorreu a remoção do forro da nave, a instalação de telhas e calhas, a revisão da instalação elétrica e a reforma dos sanitários.

Realizada pela prefeitura de Belo Horizonte em conjunto com o Centro de Conservação e Restauração de Bens Culturais da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a obra recebeu aporte de R$ 1,07 milhão do Governo Federal por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O local também ficará mais seguro. O prefeito do munícipio, Alexandre Kalil, anunciou o reforço da segurança da igreja com a patrulha da Guarda Municipal, além da instalação de câmeras de uma maneira que cobrirá todos os ângulos da igreja. O monitoramento será ininterrupto e realizado pelo Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH).

Sobre a Igreja da Pampulha

A Igreja da Pampulha é a primeira do Brasil concebida conforme a arquitetura moderna. Sua construção se deu entre os anos de 1942 e 1943, entretanto, o primeiro culto religioso só ocorreu no final da década de 1950, quando foi consagrada como templo religioso por dom João de Rezende Costa. A obra foi projetada por Oscar Niemeyer e, desde 1947, é reconhecida como Patrimônio Cultural Brasileiro.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.