Demanda por serviços de arquitetura e construção cresceu na pandemia

De acordo com dados da OneHelp, a busca por esse tipo de trabalho aumentou 300% e a quantidade de negócios fechados cresceu três vezes em atendimentos/consultoria
0 Compartilhamentos
0
0
0

O potencial de geração de novos negócios é de R$ 45 milhões em 2021, segundo análise da OneHelp (Foto: Elle Aon/Shutterstock)

Texto: Vinícius Veloso

12/02/2021 | 16:00 — Números divulgados pela plataforma OneHelp indicam que a demanda por serviços de arquitetura e construção cresceu 300% durante a pandemia. Os dados também mostram que os serviços fechados aumentaram três vezes em atendimentos/consultoria, além disso, o ticket médio dos clientes foi 150% maior em comparação à 2019. Já a quantidade de projetos subiu 45%, porém as obras tiveram uma redução natural, resultado que pode ser explicado pela adoção das medidas de distanciamento social.

“A pandemia veio para transformar a vida da sociedade, em diversos âmbitos, e o sentido da palavra casa tornou-se ainda mais plural. O lar das pessoas, de um dia para o outro, teve que ser adaptado para abrigar o home office, as aulas online das crianças e garantir um espaço de interação entre a família. Tudo precisa ser feito em casa e passando mais tempo nela, além das necessidades de adaptação, os moradores começaram a perceber detalhes para torná-la ainda mais confortável, aconchegante ou simplesmente com um visual mais agradável”, destaca Thiago Nicolielo, CEO da OneHelp. Para 2021, espera-se que os novos negócios gerem R$ 45 milhões.

A OneHelp

A OneHelp permite que o cliente tenha acesso a diferentes perfis de profissionais e escolha o mais adequado para o trabalho que será realizado. Para o arquiteto ou construtor se cadastrar na plataforma, são realizados testes e avaliação de documentação. Se aprovado, ele terá acesso à base de pessoas que buscam pelos serviços. “Quem manda é o cliente. Se ele quiser contratar o projeto e executar a obra, pode fazer isso. Ou então, optar pelo inverso: contratar a gestão de obra para executar um projeto já existente”, informa Nicolielo.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *