13ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo lança Preâmbulo

Ação realizada em conjunto com o portal Vitruvius receberá artigos, textos ensaísticos, desenhos e projetos relacionados ao tema central do evento
0 Compartilhamentos
0
0
0

Os trabalhos podem ser enviados até 30 de junho (Imagem: Reprodução/13ª BIA)

Texto: Vinícius Veloso

23/04/2021 | 17:00 — A 13ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo (BIA), em parceria com o site Vitruvius, lançou projeto de Preâmbulo — chamada aberta para recebimento de artigos, desenhos e outros conteúdos. O objetivo é incentivar as críticas, os registros e as análises dos espaços arquitetônicos e urbanos. Os materiais inscritos devem estar alinhados à provocação central do evento (Reconstrução) e aos eixos temáticos: corpos, democracia, memória, ecologia e informação. O prazo para submissão dos trabalhos vai até 30 de junho.

As colaborações passarão por avaliação de uma Comissão Científica composta por profissionais de todo o Brasil e aquelas aprovadas serão publicadas nas revistas Arquiteturismo, Resenhas Online, Arquitextos, Minha Cidade, Entrevista e na seção Rabiscos. Por isso, os materiais devem ser entregues seguindo as diretrizes específicas de cada veículo — todos os detalhes e normas estão disponíveis para consulta no site oficial da iniciativa. A inscrição dos trabalhos deve ser realizada pelo endereço de e-mail preambulo@bienaldearquitetura.org.br.

“Preâmbulo é uma aproximação inicial, uma espécie de registro de pensamentos que perambulam em busca de horizontes, um movimento que precede a Bienal e que poderá contribuir na sedimentação e constituição do seu corpus”, diz Mariana Wilderom, diretora de Ensino do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo (IAB-SP). “O desejo é fomentar uma discussão da cultura arquitetônica e urbana não restrita ao evento, mas que seja ampliada no tempo, no território e nos processos colaborativos”, completa.

13ª BIA

Agendada para 2022, a 13ª BIA parte da Reconstrução e pretende estimular debates sobre os desafios criados pela pandemia, considerando propostas e reflexões que apontem na direção de arranjos e práticas sociais urbanos-arquitetônicos inovadoras, além de explorar as possibilidades reveladas neste novo cenário.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *