Kazuyo Sejima será presidente do júri internacional da Bienal de Veneza 2021

A vencedora do Prêmio Pritzker de 2010 entregará o Leão de Ouro durante cerimônia que está agendada para o próximo dia 30 de agosto
0 Compartilhamentos
0
0
0

Kazuyo Sejima

Ao lado de Ryue Nishizawa, Kazuyo Sejima é responsável pelo escritório SANAA (Foto: Aiko Suzuki/La Biennale Architettura 2021)

Texto: Vinícius Veloso

28/05/2021 | 08:45 — A arquiteta japonesa Kazuyo Sejima, vencedora do Pritzker de 2010, foi nomeada presidente do júri internacional da Bienal de Veneza 2021. Ela será a responsável pela entrega do Leão de Ouro para a “Melhor Participação Nacional” e para o “Melhor Participante”, além do Leão de Prata para algum jovem participante que seja promissor. A cerimônia de premiação está agendada para o próximo dia 30 de agosto. Ao lado de Sejima, irão compor o júri Sandra Barclay, do Peru; Lesley Lokko, de Gana; Lamia Joreige, do Líbano; e Luca Molinari, da Itália.

Arquiteta formada pela Japan Women’s University, Kazuyo abriu seu escritório em Tóquio, em 1987. Alguns anos mais tarde, fundou a Sejima + Nishizawa and Associates (SANAA) em conjunto com Ryue Nishizawa. Seus trabalhos valorizam as formas limpas, os cubos, as superfícies lisas e a criação de espaços plurais. Entre seus projetos estão o Museu de Arte Contemporânea do Século 21, em Kanazawa (Japão); o Rolex Learning Centre, em Lausanne (Suíça); o museu Louvre-Lens, em Lens (França); o centro comunitário Grace Farms, em Connecticut (Estados Unidos); e a loja de departamentos La Samaritaine, em Paris (França).

Além do Pritzker de 2010, ganhou um Leão de Ouro na 9ª Exposição Internacional de Arquitetura de La Biennale di Venezia, em 2004. Foi, ainda, curadora da 12ª Exposição Internacional de Arquitetura — sendo a primeira mulher selecionada para essa posição. 

Atualmente, é professora da Universidade Politécnica de Milão e da Escola de Pós-Graduação em Arquitetura de Yokohama (Y-GSA), e professora visitante na Japan Women’s University e na Osaka University of Arts. Também já lecionou na Universidade de Princeton, na Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Universidade de Arte de Tama e na Universidade de Keio.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *