CBCA seleciona estudantes para concessão de bolsas de iniciação científica

Voltada para alunos das graduações de arquitetura e engenharia, a iniciativa tem inscrições abertas até o dia 23 de julho
0 Compartilhamentos
0
0
0

CBCA - bolsas de iniciação científica

Os trabalhos devem se enquadrar em um dos três temas propostos (Foto: inter reality/Shutterstock)

Texto: Vinícius Veloso

01/07/2021 | 16:45 — O Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) lançou, no último mês de junho, o Edital 2021 com o objetivo de selecionar propostas que serão contempladas com bolsas de iniciação científica. Voltada para estudantes das graduações de arquitetura e engenharia, a iniciativa é de abrangência nacional e aceitará trabalhos que se enquadrem em um dos três temas: aços de alta resistência; proteção passiva em estruturas metálicas; e construção modular em aço. Os alunos escolhidos receberão R$ 1 mil mensalmente (por um ano) e terão suas pesquisas publicadas na Revista da Estrutura de Aço, no site do CBCA e em eventos e congressos.

As inscrições permanecerão abertas até 23 de julho e devem ser realizadas no site da entidade. A previsão é de que o resultado seja divulgado em 11 de agosto e a assinatura do contrato aconteça em 23 de agosto. A bolsa de iniciação científica será válida entre 1º de setembro de 2021 e 1º de setembro de 2022. O edital completo está disponível aqui.

Temas

Aços de alta resistência — Também conhecidos como baixa-liga, são aqueles que recebem elementos de liga em sua composição com o objetivo de melhorar as propriedades mecânicas. Além do carbono, podem conter níquel, cromo, manganês, molibdênio, vanádio, entre outros (sempre com teores totais inferiores a 5%).

Proteção passiva em estruturas metálicas — Trata-se das diferentes medidas que garantem a proteção da estrutura metálica em situações de incêndio. Entre as principais opções estão a pintura com tinta intumescente, fibra projetada, argamassa projetada e painéis corta-fogo. 

Construção modular em aço — Método baseado em módulos individuais de estrutura metálica, pré-fabricados em linha de montagem e instalados no local da obra. A metodologia se destaca pela eficiência, por permitir a realização de processos simultâneos e por garantir a rapidez do processo construtivo. Além disso, é uma opção sustentável e flexível.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *