UFRJ recebe doação internacional para recuperação de acervo atingido por incêndio

Incidente que aconteceu em abril de 2021 colocou em risco um dos maiores acervos da história da arquitetura no Brasil, que conta com mais de 200 mil documentos
0 Compartilhamentos
0
0
0

Fachada da UFRJ

A reforma total do prédio demandará investimento de R$ 15 milhões (Foto: Reprodução/UFRJ)

Texto: Vinícius Veloso

17/03/2022 | 13:50 — Atingido por um incêndio em abril de 2021, o edifício Jorge Machado Moreira — que abriga a reitoria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) — recebeu uma doação de US$ 240 mil (cerca de R$ 1,2 milhão) da Fundação Getty. A entidade filantrópica internacional, sediada nos Estados Unidos e que atua pela conservação das artes visuais, mantém desde 2014 um programa que oferece subsídios para a preservação da arquitetura modernista. A iniciativa visa promover a manutenção a longo prazo de construções expostas a qualquer risco considerável.

De acordo com informações do portal Casa e Jardim, o aporte da Fundação Getty para a UFRJ será destinado para o realojamento e a proteção de cerca de 40 mil itens recuperados em uma área recém-construída do prédio que não foi afetada pelas chamas. Os valores devem, ainda, permitir a restauração e a avaliação das condições desses materiais para a atualização do bando de dados do acervo. Segundo a UFRJ, as obras para reforma da edificação e a execução de adaptações preventivas contra incêndios demandarão R$ 15 milhões em investimentos.

Em 2021, o incidente teve início no sistema de climatização do edifício. “É um desastre, um fogo no ar-condicionado que vai comprometer muita coisa”, lamentou Carlos Frederico Leão Rocha, vice-reitor da UFRJ, na época. As chamas colocaram em risco um dos maiores acervos da história da arquitetura no Brasil, que conta com mais de 200 mil peças. Apesar de os materiais estarem armazenados no Núcleo de Pesquisa e Documentação (NPD), que foi danificado pelo fogo, a maior parte dos documentos foi resgatada sem sofrer danos severos.

O edifício

Concebido pelo arquiteto Jorge Machado Moreira, o edifício que leva o nome de seu projetista foi construído em 1957. Premiado na IV Bienal de São Paulo e tombado parcialmente pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), o prédio abriga a reitoria da UFRJ, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), a decania do Centro de Letras e Artes (CLA), o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (Ippur) e a Escola de Belas Artes (EBA).

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.