Designers e arquitetos se mobilizam para apoiar colegas de profissão refugiados

A crise de refugiados já retirou mais de 6 milhões de pessoas de territórios ucranianos
0 Compartilhamentos
0
0
0

A plataforma Hire for Ukraine foi criada especialmente para providenciar emprego aos refugiados (Foto: guteksk7/Shutterstock)

Texto: Naíza Ximenes

31/03/2022 | 15:50 — Diante de um dos maiores êxodos europeus do mundo moderno por conta da Guerra na Ucrânia, responsável pela fuga de mais de 6 milhões de pessoas dos locais de conflito, a comunidade de designers e arquitetos se mobilizou para demonstrar apoio aos colegas de profissão refugiados.

Isso porque o Conselho de Arquitetos da Europa (ACE) elaborou uma série de iniciativas para prover trabalho e auxiliar profissionais da área em outros países. A organização criou bases de dados de ofertas de empregos, providenciou alternativas para que fossem abrigados e instituiu propostas de auxílio humanitário através do Sistema de Partição de Papéis (PPP) para países vizinhos da Ucrânia. 

Uma dessas alternativas é a plataforma “Hire for Ukraine” ou, em português, “Contrate pela Ucrânia”, que conecta a população qualificada a vários empregadores em potencial e possíveis patrocinadores. Tanto a Hire for Ukraine quanto outras iniciativas semelhantes estipularam a obrigatoriedade de contratos que durem, no mínimo, 6 meses. Algumas delas oferecem até hospedagem.

Os arquitetos ou instituições que se afiliarem às propostas poderão contatar a União Nacional de Arquitetos da Ucrânia, que recebe apoio do Conselho de Arquitetos da Europa, para conseguir donativos de organizações por todo o continente. 

Além disso, ainda existe uma série de profissionais que estão colocando suas habilidades em prova para providenciar abrigo aos refugiados. 

Sistemas como o PPP já foram, inclusive, utilizados como alternativa a outras catástrofes globais, a exemplo dos terremotos no Japão, em 2011. A organização consiste em um sistema de partição que garante a privacidade dos habitantes e fornece amparo em alimentação, abrigo, segurança e acesso a cuidados médicos emergenciais. 

Dentre as organizações de apoio aos afetados, estão: Voices of Children, Campanha de doação da UNICEF para crianças ucranianas, Fundação Dobrobut, Razom for Ukraine, United Help Ukraine, Fundraiser for Sunflower of Peace, Revived Soldiers Ukraine, Hospitallers, Lifeline – Linha de prevenção ao suicídio, Ministério da Saúde da Ucrânia e Cruz Vermelha apoiando médicos e hospitais, Cruz Vermelha Ucraniana, Serviço de Ajuda Maltês em Ivano-Frankivsk arrecada fundos para acomodar os deslocados internos, Plataforma iRaiser, Ajuda Humanitária de Emergência para a Ucrânia por Libereco – Partnership for Human Rights, Comitê Internacional da Cruz Vermelha – Crise na Ucrânia, Blue/Yellow e Ação Humanitária Polonesa.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *