Projeto holandês transforma antigo terminal marítimo em complexo residencial

O conceito foi idealizado pelo escritório de arquitetura Levs Architecten
0 Compartilhamentos
0
0
0

O terminal foi construído em 1901 e era voltado para o armazenamento de vinhos a granel (Foto: LEVS architecten/Divulgação)

Texto: Naíza Ximenes

04/04/2022 | 16:25 — Com o intuito de revitalizar um antigo terminal marítimo, o escritório de arquitetura holandês Levs Architecten transformou um velho ancoradouro em um complexo residencial de luxo: o Project Harbour Club.

O terminal, construído em 1901 e voltado para o armazenamento de vinhos a granel, fica no bairro de Cruquiuseiland, nas docas de Amsterdã, na Holanda. Descrevendo a empreitada como um grande desafio, o escritório converteu os três silos — onde os vinhos eram armazenados — em casas completamente reformuladas. 

Como os silos são visíveis do outro lado do porto e são um marco da arquitetura local, os profissionais optaram por realizar uma redistribuição do espaço interno, aliada a uma higienização para eliminar quaisquer vestígios químicos dos vinhos, sem alterar a estrutura externa. 

No interior, todavia, eles transformaram o local em casas totalmente equipadas, com três andares e janelas panorâmicas, situadas em um deck privativo com vista para a cidade. Foram adicionados isolamento térmico e acústico e janelas de vidro, em razão da proximidade com o mar. As casas possuem sala de jantar, cozinha, sala de estar, quarto e banheiro. 

O complexo agora conta com 81 apartamentos para alugar, rooftops, restaurantes e um clube. Os acessos aos locais públicos são feitos de maneira oposta ao das moradias, ao passo que o telhado do antigo edifício foi coberto com um segundo telhado verde — voltado para a retenção de água, absorção de calor e barreira de som entre o restaurante e os moradores.

O Harbourfront — espaço entre os ambientes públicos e os apartamentos — tornou-se uma avenida social, compartilhada pela esplanada do restaurante e pelos pedestres de forma igualitária.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *