Novo projeto de visitação às Pirâmides do Egito elege arquitetos

O projeto é dos escritórios Skidmore, Owings & Merrill (SOM) e Raafat Miller Consulting (RMC)
0 Compartilhamentos
0
0
0

A dupla de escritórios divulgou que pretende reformar parte do sítio arqueológico e aprimorar o programa Sound and Light nas Pirâmides (Foto: Atelier Brueckner GmbH/Divulgação)

Texto: Naíza Ximenes

29/07/2022 | 17:02 — A OSL for Entertainment Projects selecionou dois escritórios de arquitetura para reimaginar a experiência dos turistas que visitarem as Pirâmides de Gizé, no Egito: os egípcios Skidmore, Owings & Merrill (SOM) e Raafat Miller Consulting (RMC). Sem contar detalhes, a dupla propôs a adaptação do programa Sound and Light na visitação e a transformação das instalações ao redor do sítio arqueológico. 

O monumento, que consiste em uma das Sete Maravilhas do Mundo, propõe, atualmente, um vislumbre da história com um show de luzes e narrações. O Sound and Light Show introduz os visitantes ao Egito Antigo em uma jornada que relata os mais variados mistérios da construção das pirâmides, das histórias dos faraós, dos enigmas da esfinge e dos antigos reis do Egito.

Assim, a dupla de escritórios divulgou que pretende reformar parte do sítio arqueológico e aprimorar o programa Sound and Light nas Pirâmides, de forma que a visitação ao monumento se torne “uma experiência de excelência para os visitantes”.

O SOM, que atuará como líder do conceito, do design e do plano
diretor do projeto, também contou que pretende adequar o ambiente à localização
histórica, de forma a garantir, ao mesmo tempo, medidas ambientais, de
preservação e o desenvolvimento turístico da região — este último, a pedido do
governo local.

Chis Cooper, um dos designer do SOM, contou que “visitar Gizé é uma experiência rara e transformadora, que oferece uma visualização de séculos de história humana. Como uma das Sete Maravilhas do Mundo, Gizé recebe milhões de pessoas todos os anos, e, ao reimaginar a experiência, a prioridade é honrar e preservar sua história e criar um futuro sustentável para o Patrimônio Mundial da UNESCO.”

O Grande Museu Egípcio — um projeto do governo do Egito dedicado à egiptologia — deve ser inaugurado em novembro, a 2 km das Pirâmides. Ele foi projetado pelo escritório de arquitetura irlandês Heneghan Peng, e é considerado o maior museu do mundo dedicado a uma civilização.

O complexo cultural acomodará cerca de 100 mil artefatos antigos e terá 24 mil metros quadrados de espaço para exposição permanente. Além disso, também contará com um museu infantil, instalações para conferências, áreas educacionais, um centro de conservação e extensos jardins dentro e ao redor da planta do museu.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *