Arquidiocese arrecada fundos para construção de catedral projetada por Niemeyer

A catedral, projetada em 1996, será construída em Niterói, às margens da Baía de Guanabara, no RJ
0 Compartilhamentos
0
0
0

A expectativa é que as construções sejam concluídas em 2030 (Foto: Casa Vogue/Divulgação)

Texto: Naíza Ximenes

30/08/2022 | 17:29 — Depois de uma série de campanhas de arrecadação, responsáveis por angariar cerca de 900 doadores fixos, a Arquidiocese do Rio de Janeiro conseguiu fundos suficientes para construir uma nova Catedral na cidade, a Nova Catedral de São João Batista, às margens da Baía de Guanabara.

Mas esse não é um projeto qualquer: o desenho é do icônico Oscar Niemeyer, um dos maiores arquitetos brasileiros, falecido em 2012. Segundo a estrutura idealizada por ele ainda em 1996, o corpo do edifício ocupará uma esplanada, no mesmo nível da baía, onde haverá um altar externo para celebrações. 

Com 13 mil metros quadrados e capacidade para receber até 20 mil visitantes — sendo 5 mil no interior e 15 mil ao redor do edifício —, o templo será um dos 14 equipamentos culturais do Caminho Niemeyer, complexo de construções que se estende por 11 km de extensão ao longo da orla da cidade e inclui endereços históricos como o Museu de Arte Contemporânea (MAC) e a Praça Juscelino Kubitschek.

Cerca de R$ 40 milhões foram arrecadados pela Arquidiocese, para garantir o início da construção. A instituição, que representa a Igreja Católica na cidade, ainda criou uma campanha que oferecia foto, nome e frase personalizada, gravados em placas de cristal em uma das paredes internas do templo, em troca de contribuições a partir de R$ 100 mensais.

Nos últimos anos de vida de Niemeyer, a obra até começou a ser executada, ainda em 2006, com o início da terraplanagem — sem continuação, entretanto. Atualmente, já foi construído o equivalente a 28% da obra, com licenciamento, terraplanagem e 100% das fundações da nave da igreja concluídos, bem como os projetos de engenharia e arquitetura.

A expectativa é que as construções sejam concluídas em 2030. Além das doações, a arquidiocese recorreu a vendas e aluguéis de imóveis, além de realizar rifas de automóveis e eventos.

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.