Holanda é a sede da primeira Bienal Solar do mundo

A The Energy Show, como foi nomeada, foi inaugurada em 9 de setembro, em Roterdã
0 Compartilhamentos
0
0
0

Os interessados podem visitar a Bienal até o dia 5 de março de 2023 (Foto: Energy Show/Divulgação)

Texto: Naíza Ximenes

15/09/2022 | 16:18 —  A cidade de Roterdã, na Holanda, foi escolhida para sediar a inauguração da primeira Bienal Solar do mundo. Batizada de The Energy Show, a exposição foi idealizada pelo Het Nieuwe Instituut, em parceria com a designer e curadora da Bienal Solar Matylda Krzykowski, e os designers Marjan van Aubel e Pauline van Dongen.

A Bienal, que abriu as portas ao público no dia 9 de setembro, reúne uma lista de projetos que possuem o sol como protagonista em suas instalações. Assim, a feira explora uma série de adaptações solares no cotidiano, como o significado da energia solar, as possibilidades de aplicação na sociedade, no ambiente, na arquitetura e na tecnologia. 

Ao discorrerem sobre a relevância do tema da exposição, os idealizadores ressaltaram as adversidades que uma crise energética, vivenciada atualmente na Europa, pode acarretar. Assim, o evento também é descrito como uma oportunidade para profissionais e visitantes considerarem a transição para a energia solar e a aplicação da tecnologia, à medida que a sociedade avança em direção a um futuro pós-carbono.

As instalações conduzem os interessados em uma viagem histórica do sol, através da arte, da ciência, do design e do diálogo, levantando questões a respeito da quantidade de energia que a Terra possui versus a quantidade de que precisa; o que é necessário para que todo o planeta passe a funcionar à base de energia solar; e qual a perspectiva tecnológica e econômica da mudança de conduta.

“Para aproveitar ao máximo o poder do sol, precisamos ir além do pensamento tecnocrático”, explicam os curadores. Durante sete semanas, a Bienal Solar tem sido palco para debates, palestras, seminários internacionais sobre design solar e demonstração da aplicação de projetos inovadores de forma inédita. 

Os interessados possuem até o dia 5 de março de 2023 para visitar a Bienal. Para acessar o cronograma oficial e outras informações sobre a exposição, clique aqui

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *