Medalha de ouro AIA 2023 é concedida à Carol Ross Barney

A premiação reconhece trabalhos que impactaram na teoria e na prática da arquitetura
0 Compartilhamentos
0
0
0

Foto

A profissional preza por uma arquitetura que melhora o cotidiano de todos (divulgação: John Boehm/AIA)

Texto: Vitória Oliveira

09/01/2023 | 10:00 — A arquiteta americana Carol Ross Barney recebeu a medalha de ouro do American Institute of Architects (AIA 2023). A premiação reconhece indivíduos cujo trabalhos tiveram influência na teoria e na prática da arquitetura.

Carreira

Com projetos reflexivos e transformadores, a americana iniciou sua carreira no Peace Corps – ao lado do recém-formado Serviço de Parques Nacionais da Costa Rica – para estreitar colaborações com os líderes das maiores cidades dos Estados Unidos.

Todo o trabalho de Barney tem sido baseado no princípio de que “um bom design é um direito, não apenas um privilégio”.

Em 1981, após fundar seu próprio escritório Ross Barney Architects, em Chicago, a arquiteta teve uma oportunidade que solidificou seu interesse por obras na esfera pública e que definiu toda sua carreira.

Em 1997, Carol foi indicada como designer principal do Oklahoma City Federal Building, que substituiu o complexo governamental Alfred P. Murrah Federal Building, destruído no atentado de 1995.

Foi primeira vez que uma arquiteta liderou tal missão. O edifício, com 15 mil m² e finalizado em 2005, integra as medidas de segurança necessárias com respeito aos pedestres e à cidade ao redor.

Além disso, a profissional é conhecida por defender a revitalização do rio Chicago. Esse importante trabalho resultou no Chicago Riverwalk, um espaço cívico de 2 km para atender os habitantes da cidade.

O parque faz referência à infraestrutura reaproveitada que define os “quartos” discretos entre as pontes que atravessam o rio. Reunindo passeios de caiaque, um bar de vinhos, um memorial de veteranos e inúmeros programas públicos, o projeto instiga as cidades a repensarem seus recursos hídricos.

As obras de Barney influenciaram a vida de muitos residentes de Chicago. Ela orientou uma geração de arquitetos tanto em seu estúdio quanto por meio de sua posição como professora adjunta no Illinois Institute of Technology, em Chicago.

Prêmio AIA 2023

O prêmio reconhece e aclama o foco de Carol Ross Barney em excelência de design, responsabilidade social e generosidade. Como reconhecido pelo júri, “sua abordagem pioneira e ética exemplificam as mais altas aspirações da arquitetura”.

Confira abaixo alguns projetos que foram assinados por Ross Barney Architects:

Chicago Riverwalk

O Chicago Riverwalk tem uma história longa que em muitos aspectos espelha o desenvolvimento da própria cidade. Antes um córrego pantanoso sinuoso, o rio foi canalizado para apoiar a transformação industrial da cidade.

Foto

A
orla de Chicago Riverwalk ganhou diversas atrações para os habitantes (divulgação:
Estúdio Kate Joyce/AIA)

McDonald’s Chicago Flagship

O McDonald’s Chicago Flagship enaltece a simplicidade e a autenticidade do marca. O projeto arquitetônico foi pensado para dar as boas-vindas a residentes e visitantes em um local de encontro no coração da cidade. O novo design reequilibra o tráfego de carros e pedestres, criando um oásis na cidade onde as pessoas podem comer, beber e se encontrar. O espaço verde é expandido em mais de 400%, produzindo uma nova comodidade semelhante a um parque para uma área densa da cidade.

Foto

O principal restaurante do McDonald’s em Chicago foi projetado por Ross Barney Architects (divulgação: Estúdio Kate Joyce/AIA)

Edifício Federal de Oklahoma City

O Edifício Federal de Oklahoma City foi erguido para substituir o prédio anterior, destruído em um atentado em 1995. A edificação em forma de “U” tem 15 mil m² e foi concluída em 2005. Ademais, respeita as normas de segurança necessárias aos pedestres.

Foto

A nova edificação tem formato em “U” (divulgação: Steve Hall, Bênção de Hedrich/AIA)

UMD Swenson Civil Engineering Building 

A Universidade de Minnesota Duluth ganhou um novo prédio com mais de 35 mil m² para abrigar salas de aula, laboratórios de ensino e pesquisas e escritórios para o departamento de engenharia civil. O novo edifício desenvolve e reforça os padrões de circulação existentes que fazem parte do campus da UMD.

Foto

O novo edifício de ciência e engenharia tem certificação LEED Gold (divulgação: Estúdio Kate Joyce/AIA)

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.