Ponte de 12 toneladas é manuseada com a força humana

A ponte, que foi instalada no subúrbio no leste de Londres, gira 180° apenas com a força humana e fica de ponta-cabeça para barcos passarem
0 Compartilhamentos
0
0
0

Foto

A ponte foi instalada em frente a uma doca, que estava desativada desde a década de 1980 e foi transformada em um depósito de lixo (Foto: Cody Dock/Divulgação)

Texto: Naíza Ximenes

17/03/2023 | 17:26 — O arquiteto inglês Thomas Randall-Page criou uma ponte inusitada para o subúrbio de Londres. Chamada de Cody Dock Bridge, a obra pode ser rodada em até 180° apenas utilizando a força humana e fica de ponta-cabeça para possibilitar a passagem de barcos sobre um canal do Rio Lea. 

A construção surgiu através da necessidade de uma passagem para ciclistas e pedestres, mas que, ao mesmo tempo, permitisse a passagem de barcos sobre o canal. Randall-Page teve a ideia de unir dois grandes portais quadrados conectados por uma plataforma plana de aço.

Assim, quando embarcações precisarem passar pelo local, a estrutura funciona como uma roda-dentada e rola ao longo de trilhos embutidos nas paredes internas do canal. Em cerca de 20 minutos – usando apenas a força humana – a ponte de 12 toneladas pode rolar em seu eixo e virar 180º para que o piso do deque de aço se torne o teto, deixando espaço suficiente para os barcos passarem.

 Foto

(Foto: Cody Dock/Divulgação)

A ponte foi instalada em frente a uma doca, que estava desativada desde a década de 1980 e foi transformada em um depósito de lixo. Contudo, nos últimos 12 anos, 5.000 voluntários da organização sem fins lucrativos Gasworks Dock Partnership trabalharam na limpeza, descontaminação e transformação do cais em um espaço comunitário para desenvolvimento da indústria criativa.

Como parte dessa transformação, a barragem está sendo demolida e o cais sendo inundado novamente para que os barcos possam atracar nele. 

Confira a ponte em funcionamento abaixo: 

0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *