Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Red Box – o outro lado das famosas cabines vermelhas

É comum que antigas utilidades fiquem obsoletas e sejam substituídas por outras mais modernas. Foi assim com a carroça, com a máquina de escrever e com os telefones públicos.

Depois do celular, nem mesmo o charme das cabines inglesas as livrou de ficarem temporariamente abandonadas, como aconteceu com os orelhões aqui no Brasil. Para que a cidade não perdesse um de seus símbolos, a empresa telefônica BT permitiu que microempresários investissem e criassem comércios que coubessem nas Red Box.

Crédito: Red Box Coffee

O resultado foram algumas dezenas de cafeterias, pequenas lojas e locais para engraxar sapatos. Com cerca de 600 cabines espalhadas pelo país, 100 foram escolhidas para tal iniciativa – que podem funcionar com um investimento mínimo de 20 mil reais.

Além de gerar empregos e preservar um ícone inglês de ações de vandalismo e deterioração com o tempo, as cabines continuam sendo sucesso! Afinal, quem resiste à uma foto junto a elas e um café inglês como adicional, por exemplo? 

Fonte do post: Red Box Coffee

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo