Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Museu da imigração em Joinville será restaurado e ampliado

A obra deverá ser finalizada em 10 meses (foto: acervo Iphan)

Texto: Lucas Barbosa

29/11/2019 | 14:30 – O Museu Nacional da Colonização e Imigração (MNCI), localizado em Joinville (SC), será submetido a obras de restauração e ampliação. A intervenção será iniciada em dezembro deste ano e deve ser finalizada em 10 meses.

Com aporte de R$ 2,6 milhões provenientes do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD), a intervenção prevê diversas melhorias no Palácio dos Príncipes e a construção de um anexo que abrigará uma reserva técnica e administrativa do complexo, o que resultará em um ganho espacial para as exposições do museu. 

Além das ações supracitadas, está prevista a realização dos projetos elétrico, hidrossanitário e de prevenção e combate a incêndios. A acessibilidade do museu também será melhorada: haverá a instalação de um conjunto de elevadores e de uma rampa de estrutura metálica.

Sobre o Museu Nacional de Colonização e Imigração

O complexo é composto por quatro espaços expositivos que contam com cerca de cinco mil peças que narram a história dos imigrantes da região. O Palácio dos Príncipes, edificação principal do museu, foi concebido em 1870 e seu projeto se assemelha a uma casa média parisiense. Sua estrutura foi tombada pelo Iphan em 1939.

Outro destaque do complexo é a Casa Enxaimel. Localizava em um outro bairro, ela foi desmontada e montada no terreno do museu – a residência é construída com uma técnica que usa madeiras entrelaçadas ou encaixadas com pinos de madeira e preenchida com tijolos.

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo