Galeria da Arquitetura

Um jeito diferente de ver o mundo da arquitetura.

Os 5 teatros que por si só já são um espetáculo

Shows, espetáculos cênicos, circenses e artísticos são realizados nos quatro cantos do globo em diferentes tipos de locais. Entretanto, há alguns lugares que dispensam um grande espetáculo para chamar atenção, pois já representam em sua arquitetura a grandiosidade e elegância.

Confira a seguir nossa seleção de 5 teatros que abrigam histórias espetaculares somente nas suas estruturas. 

 

Metropolitan Opera House – Nova York

Fundada em 1880, a Metropolitan Opera House foi projetada pelo arquiteto Wallace Harrison.

É um dos maiores palcos de todos os tipos de ópera, incluindo a grande ópera, que contém luxuosos e espetaculares cenários e efeitos especiais.

 

Minack Theatre, que está localizado em Cornwall, na Inglaterra

Esqueça qualquer tipo de cenografia, o Minack Theatre dispensa profissionais por seu cenário deslumbrante. Localizado no litoral de Cornawall, o teatro fica ao lado de um penhasco e a céu aberto. A ideia foi de Rowena Cade, uma moradora local, que o construiu no final de seu jardim para um grupo de atores amadores. Até hoje, o lugar é utilizado exclusivamente por grupos de adeptos. Veja mais fotos aqui!

 

Ópera Garnier – Paris

O Ópera Garnier ou Palais Garnier é um dos mais importantes monumentos arquitetônicos de Paris e é considerado uma das obras-primas da arquitetura de seu tempo. Tem capacidade para 1.979 espectadores. Atualmente é mais usado para apresentações de dança, mas é ainda uma das mais célebres, luxuosas e importantes casas de óperas do mundo. Seu majestoso edifício 11 mil metros quadrados de área e o imenso palco pode acomodar até 450 artistas. A ideia e o projeto original do edifício são do arquiteto Charles Garnier, que faleceu em 1873, dois anos antes da conclusão da construção do Opera Garnier. Mais informações aqui.


Teatro Mariinsky – São Petersburgo, Rússia

Famoso por exibir as apresentações de balé mais espetaculares do mundo, o Teatro Mariinsky, em São Petersburgo, está em operação desde 1860. O local foi projetado pelo arquiteto Albert Cavo e é palco de muitas estreias de Mikhail Glinka, Modest Mussorgsky e Tchaikovsky.


Casa de Ópera Real – Convent Garden, Londres

Royal Opera House é uma casa de ópera e principal casa de espetáculos no distrito de Covent Garden, em Londres, uma das mais importantes do mundo. O edifício maior, comumente chamado apenas de Covent Garden, é a sede da Royal Opera, do Royal Ballet e da orquestra da ópera Real. 

Crédito/fonte da foto: R7 e Qual Viagem
Fonte do post: R7
 

Loading
novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo