Tudo o que você precisa saber sobre coberturas metálicas

0 Compartilhamentos
0
0
0

Saiba tudo sobre tipos, custos, durabilidade e vantagens e escolha a melhor opção para o seu projeto

Tudo o que você precisa saber sobre coberturas metálicas
As Coberturas metálicas são conhecidas pela praticidade e flexibilidade (Foto: 3TC/Reprodução)

Texto: Naíza Ximenes

07/06/2024 | 17:00 — Você sabe o que é uma cobertura metálica e por que ela tem se tornado tão comum? Conhece a diferença entre coberturas metálicas e de concreto? Em um cenário onde as obras prezam cada vez mais pela agilidade nos prazos e praticidade nas construções, esses elementos vêm ganhando cada vez mais destaque. Confira, a seguir, o que são e por que apostar nas coberturas metálicas.

O que é uma cobertura metálica?

A cobertura metálica é um tipo de telhado feito de metal, como aço galvanizado, alumínio ou zinco. É conhecida pela durabilidade, resistência e pela capacidade de suportar condições climáticas adversas.

As coberturas metálicas são amplamente utilizadas em construções industriais, comerciais e residenciais devido à eficiência e longa vida útil. Também oferecem benefícios nos quesitos leveza, instalação e flexibilidade.

A aposta no metal permite não só a redução da carga sobre a estrutura do edifício, bem como a economia de tempo e mão de obra. Tamanha a flexibilidade, ainda possibilita a criação de projetos muito mais criativos e modernos.

Quais as vantagens de uma cobertura metálica?

Além da redução no peso — em especial, para a fundação —, facilidade de instalação e flexibilidade, a solução oferece uma série de outras vantagens.

A manutenção é uma delas, já que o metal requer poucas inspeções em comparação com outros tipos de telhados, bem como a eficiência energética, uma vez que alguns metais refletem o calor, ajudando a manter a temperatura interna mais amena e economizando energia.

Há, ainda, o fator sustentabilidade, considerando que metais são recicláveis, tornando a cobertura metálica uma opção ecologicamente correta.

Vale ressaltar, também, que obras com cobertura metálica costumam ter redução significativa nos prazos (cerca de 40%), além de uma maior racionalização da mão de obra. Consequentemente, a produtividade aumenta, assim como a qualidade e o sucesso da obra.

Principais tipos de cobertura metálica

Termoacústicas ou sanduíche — Conhecida como sanduíche, cada unidade é formada por duas telhas, unidas por um material isolante como espuma de poliestireno expandido (EPS). Ideal para construções acusticamente otimizadas, já que tem propriedades de isolamento acústico e térmico (Foto: Aço-Fer/Reprodução)

Trapezoidais – Têm formato de trapézio e podem ser usadas em coberturas laterais. Conhecido pela durabilidade e resistência, esse modelo é encontrado nas versões convencional (instalação mais fácil e rápida) e autoportante (acabamento mais bonito e refinado) (Foto: Nacional Telha/Reprodução)

Zipadas – São telhas contínuas, com chapas emendadas umas nas outras através de sobreposições nas extremidades, dispensando o uso de parafusos. Ideal para grandes dimensões. Requer inclinação mínima de 2,5% e uma mão de obra qualificada para a instalação (Foto: ARTSERV/Reprodução)

Veja também

Painel Acústico: uma solução eficiente para isolamento sonoro

Inteligência artificial na arquitetura: talk mostra como utilizar a tecnologia com ética e eficiência

Lajes: descubra qual é a melhor para o seu projeto


Quanto custa o metro quadrado de estrutura metálica para telhado?

O custo do metro quadrado de estrutura metálica pode mudar, conforme o tipo de metal utilizado e a complexidade da estrutura. Em média, pode variar entre R$ 120,00 e R$ 300,00 por metro quadrado. Assim, para obter um orçamento mais preciso, recomenda-se solicitar cotações de empresas especializadas na sua região.

Quanto tempo dura uma cobertura metálica?

A durabilidade de uma cobertura metálica é um dos seus principais atrativos. Em geral, ela pode durar entre 30 e 50 anos, dependendo do tipo de metal utilizado e dos cuidados com a manutenção. Metais como o aço galvanizado e o alumínio, quando devidamente tratados e instalados, oferecem excelente resistência à corrosão e aos danos causados pelo tempo.

Como escolher a cobertura metálica ideal?

Para escolher a cobertura metálica ideal para uma construção, o comprador deve considerar vários fatores. Entre eles:

– Tipo de metal: aço galvanizado, alumínio e zinco são as opções mais comuns. Cada um tem suas vantagens e desvantagens em termos de resistência, peso e custo.

– Estilo e design: considere o design arquitetônico do seu projeto e escolha um tipo de cobertura que complemente a estética desejada.

– Clima local: certas condições climáticas exigem metais mais adquados. O alumínio, por exemplo, é mais resistente à corrosão, tornando-o ideal para áreas costeiras.

– Custo: compare os custos de diferentes tipos de metais e escolha o que melhor se adequa ao seu orçamento e às necessidades do projeto.

Veja projetos na Galeria da Arquitetura com coberturas metálicas!

FGMF – Casa Brisa

Foto da área de lazer de uma casa, com o centro com muitas aberturas para entrada de luz solar e muitas coberturas metálicas no entorno, separando os cômodos
Em um condomínio fechado em Campinas, no interior de São Paulo, o escritório de arquitetura FGMF projetou a Casa Brisa (Foto/Imagem:Fran Parente)

Argis Arquitetura e MM18 Arquitetura – NuOffice SPARK

Foto da área de espera do escritório do Nubank, com um sofá roxo no centro e paredes roxas. No teto, estrutura metálica
Fruto da parceria entre os escritórios MM18, Argis Arquitetura e o departamento de Real Estate & Workplace Solutions do Nubank, uma nova sede do banco digital foi inaugurada em São Paulo e batizada de NuOffice@SPARK (Foto/Imagem: Carolina Ribeiro)

Superlimão – deBetti

Foto do salão do restaurante deBetti, com mesas e cadeiras ao centro, área de atendimento à esquerda (que se assemelha a um açougue) e cobertura metálica no teto pintada de preto
A nova filial do deBetti é um projeto do escritório de arquitetura Superlimão. O empreendimento fica próximo ao Parque Ibirapuera e reúne, em um único conceito, um restaurante e um açougue (Foto/Imagem: Maíra Acayaba)
0 Compartilhamentos
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *